Justiça recebe denúncia contra suspeito de matar empresária com barra de ferro em Vila Velha

Polícia

Justiça recebe denúncia contra suspeito de matar empresária com barra de ferro em Vila Velha

Felipe é acusado de arremessar uma barra de ferro que atingiu e matou a empresária.

Simone Venturini Tonani, de 42 anos, foi morta ao ser atingida com uma barra de ferro na cabeça. | Foto: Reprodução / Facebook 

O morador de rua Felipe Rodrigues Gonçalves, de 31 anos, virou réu no processo que investiga o assassinato da empresária Simone Venturini Tonani, de 42 anos. O crime aconteceu no dia 04 de maio. A juíza da 4ª Vara Criminal de Vila Velha, Ana Amélia Bezerra Rêgo, recebeu a denúncia do Ministério Público do Espírito Santo (MPES).

Felipe é acusado de arremessar uma barra de ferro que atingiu e matou a empresária, que estava acompanhada do filho de oito anos, dentro do carro dela. O suspeito está preso preventivamente. 

Leia também:
>> Homem que atingiu empresária com vergalhão é indiciado a 66 anos de prisão
>> Morador de rua diz que atirou vergalhão em empresária após ser xingado por criança
>> Mulher é atingida na cabeça por barra de ferro enquanto dirigia em Vila Velha

No dia do crime, Felipe estava transtornado, andando de um lado para o outro na avenida Champagnat, no Centro de Vila Velha. Uma câmera de videomonitoramento de um estabelecimento comercial flagrou o momento em que o morador de rua atira uma barra de ferro contra o veículo da empresária. 

Felipe foi preso minutos após o crime. | Foto: Reprodução / TV Vitória

Simone Venturini tinha ido buscar o filho na escola, a poucos metros do local do crime. Ela foi atingida na teste e morreu ao ser socorrida e levada para um hospital.

Felipe foi preso minutos após o crime, perto da avenida onde arremessou a barra de ferro. Levantamento da polícia aponta que ele tinha cerca de dez passagens por delegacias.