Bairros de Vitória e Cariacica recebem reforço no policiamento após confrontos entre criminosos

Polícia

Bairros de Vitória e Cariacica recebem reforço no policiamento após confrontos entre criminosos

Apesar do reforço na proteção, a Sesp defende que a criação de projetos sociais é uma das opções para tirar jovens da crescente criminalidade

Foto: Alex Pereira/ TV Vitória

A guerra pelo tráfico tem assustado moradores da Grande Vitória. Os bairros Andorinhas, em Vitória, e Itacibá, em Cariacica, lideram o ranking da criminalidade. 

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), essas regiões estão recebendo reforço no policiamento, mas recomenda a criação de projetos sociais..

Moradores do bairro Andorinhas, na capital, passaram por momentos de pavor durante o último fim de semana. Uma série de tiros foram ouvidos pelos moradores da região.

>> Chefe do tráfico de Andorinhas teria comprado sítio onde foi preso para se esconder da polícia

Os disparos foram feitos próximo à Orla de Mangue Seco e segundo informações da polícia, esse tiroteio faz parte da guerra do tráfico de drogas entre criminosos de Andorinhas e Itararé, também em Vitória. Policiais militares fizeram buscas pelos atiradores, mas ninguém foi preso. Moradores disseram ter ouvido disparos de arma de fogo também no bairro Santa Marta, bairro vizinho a Andorinhas.

>> Tiroteio assusta moradores do bairro Andorinhas, em Vitória; carro é atingido por disparos

O bairro Andorinhas não foi o único que teve tiroteio na Grande Vitória. Nos últimos 30 dias, o jornalismo da TV Vitória/RecordTV exibiu 23 confrontos entre criminosos. Desse número, mais da metade aconteceu em Andorinhas e em Itacibá, no município de Cariacica.

>> Quatro homens são detidos suspeitos de incendiar casa de rival em Cariacica

No início deste mês, casas foram metralhadas em Itacibá. Criminosos aterrorizaram a população com tiroteios e na ocasião, um jovem de 21 anos acabou sendo preso pela Polícia Militar com arma, munições e carregadores.

"Em Itacibá, Morro do Meio, Morro do Quiabo e Flexal, há organizações rivais que se confrontam e trazem a morte desses jovens", explicou o secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Ramalho.

>> Suspeito de gerenciar tráfico de drogas em Cariacica é preso durante patrulhamento da polícia

>> Mais uma vez! Tiroteio em plena luz do dia assusta moradores de Itacibá, em Cariacica

Para diminuir a criminalidade e os confrontos, o secretário garante que reforçou o policiamento nas regiões que tem maior índice de tiroteio, mas chamou a atenção dos governos públicos para a criação de projetos sociais nas comunidades vulneráveis.

"Essa garotada precisa, de fato, ser encaminhada para a escola e para o curso profissionalizante, para que nós possamos tirar essa sobrecarga principalmente da Polícia Militar e da Polícia Civil", afirmou o secretário.

Apesar dos constantes ataques entre as gangues, Ramalho disse que nos quatro primeiros meses deste ano, o número de homicídios no Espírito Santo caiu 13,5% se comparado ao mesmo período no ano passado.

"É o segundo melhor quadrimestre neste ano de 2021, que só perde para o ano de 2019. Neste cenário que nós estamos abordando não é fácil trabalhar, mas estamos trabalhando diuturnamente para reduzir esses números. A Grande Vitória tem sido o carro-chefe dessa diminuição com 31%", pontuou.

* Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/RecordTV