Em menos de 24 horas, dois motoristas de aplicativos são assaltados em Vila Velha

Polícia

Em menos de 24 horas, dois motoristas de aplicativos são assaltados em Vila Velha

Em uma das ocorrências, a vítima chegou a ser agredida pelos criminosos

Foto: Reprodução

A falta de segurança para os motorista de aplicativo não é novidade e diversos casos já foram noticiados no Espírito Santo. Desta vez, em menos de 24 horas, dois profissionais da área foram assaltados em Vila Velha. Em um dos casos, a vítima chegou a levar tapas no rosto porque teria demorado para entregar o celular. 

O dia ainda estava claro quando um motorista de aplicativo, de 51 anos, foi alvo dos criminosos. Na tarde desta segunda-feira (24), o homem saiu do bairro Retiro do Congo, em Vila Velha, e seguiu para a Barra do Jucu para buscar os passageiros. 

A vítima contou para a polícia que dois homens embarcaram no carro e a viagem tinha como destino a Ponta da Fruta. A princípio, segundo o motorista, os dois suspeitos deram sinais de que iriam cometer um assalto. A dupla só anunciou o crime quando o motorista passava pela Rodovia do Sol. 

Os criminosos obrigaram o homem a dirigir até uma rua deserta. Os suspeitos mandaram a vítima manter a velocidade até chegar em um ponto isolado, sem casas por perto. O motorista foi obrigado a abandonar o carro e sair correndo.

A vítima contou aos policiais que apenas um dos suspeitos estava armado. Este rapaz foi quem teria mandado a vítima sair do veículo. Dentro do carro roubado, estava o celular da vítima e os documentos.

Para sair da região, o motorista contou com a ajuda de pessoas passavam pelo lugar. A Polícia Militar foi acionada e chegou a fazer buscas pelos suspeitos. O carro ainda não foi localizado. 

LEIA TAMBÉM: Seis motoristas de aplicativo são assaltados por dia na Grande Vitória

Outro caso

Este não foi o único crime registrado no município. Um outro motorista passou por uma situação parecida, porém, com mais violência. O caso começou na Rodoviária de Vitória, na noite de domingo (23), quando dois homens entram no carro se passando por passageiros.

Os criminosos anunciaram o assalto quando a vítima já seguia para o destino, no município de Vila Velha. Como um dos suspeitos estava cadastrado no aplicativo, o motorista não desconfiou que poderia ser assaltado. Quando o homem se deu conta, já estava na mira de um revólver.

"Estava muito nervoso, sem saber o que fazer, estava com as mãos para cima. Eles me deram um tapa e um deles gritou 'bora'. Eu estava o tempo todo com a arma apontada para a cabeça", contou. 

Os criminosos exigiram o carro, a carteira com documentos e cartões e o celular do motorista. A vítima contou que durante o roubo levou tapas no rosto porque, para os bandidos, ela estava demorando para entregar o celular. 

Depois do crime, o motorista pediu ajuda a moradores da região onde foi abandonado e acionou a polícia. Mais tarde, a vítima descobriu que os suspeitos  voltaram para Vitória e usaram o cartão de crédito em um churrasquinho.

LEIA TAMBÉM: Vila Velha lidera ranking com 11 assaltos por dia nas ruas

Morando há seis meses no Espírito Santo, o rapaz está desesperado por ter perdido o veículo. O jovem contou que o carro foi alugado no nome do pai dele, e como o pai não conduzia o veículo no momento do assalto, o rapaz terá que pagar pelo automóvel, caso ele não seja encontrado.

"Eu não estava como segundo condutor. Então, o seguro não cobre. Vou ter que pagar o carro no valor de R$ 58 mil. Estou desesperado, não sei o que fazer", desabafou.

As vítimas foram orientadas a procurar a delegacia para registrar o boletim de ocorrência para que os crimes possam ser investigados. 

*Com informações da repórter Jessica Cardoso, da TV Vitória/Record TV.