VÍDEO | Presa suspeita de participar de assassinato de adolescente em ônibus na Serra

Polícia

VÍDEO | Presa suspeita de participar de assassinato de adolescente em ônibus na Serra

Gustavo Romão Resende voltava de ônibus para casa quando foi atingido por mais de 20 tiros

Foto: Divulgação

Uma mulher, de 30 anos, foi presa pela Polícia Civil suspeita de ter participado do assassinato de Gustavo Romão Resende, de 17 anos. Ele foi morto no dia 24 de janeiro deste ano dentro de um ônibus, quando voltava da delegacia.

Leia mais: Após sair da delegacia, adolescente é assassinado dentro de ônibus na Serra

O adolescente estava com a mãe em um coletivo, perto do bairro Planalto Serrano, na Serra. Segundo investigações, a suspeita, que também estava no ônibus, deu as coordenadas para que dois homens, em um carro, executassem Gustavo. 

Nas imagens do circuito de segurança do ônibus é possível ver o momento em que o transporte é interceptado pelos suspeitos. Duas pessoas saem do carro e vão em direção a lateral do coletivo, onde atiram contra Gustavo. Já na câmera interna é possível ver o medo dos outros passageiros. 

Veja as imagens:

Além da mulher, a Polícia Civil prendeu um homem conhecido como "Carioca", no momento da prisão, ele estava com uma submetralhadora, uma pistola, munições e drogas. Carioca é suspeito de ser um dos executores. 

Entenda o caso

Gustavo voltava para casa no dia 24 de janeiro após sair de uma delegacia. De acordo com a polícia, o rapaz foi apreendido, por volta das 6h30 do mesmo dia, junto com um colega. 

Os dois teriam tentado fugir da polícia durante um patrulhamento. Com a dupla, a polícia apreendeu dois carregadores, 21 munições, 56 pedras de crack, 46 pinos de cocaína e R$ 950.

Gustavo chegou assinar um termo circunstanciado e foi liberado. Mas, ao voltar para casa, o ônibus que o jovem estava foi cercado por dois carros.

Segundo a polícia, os suspeitos tentaram arrastar o adolescente para fora do coletivo, mas de acordo com testemunhas, o jovem tentou pular a janela e os suspeitos atiraram. Gustavo foi atingido por pelo menos, 20 tiros. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

*Com informações da TV Vitória / RecordTV