Pai e madrasta suspeitos de matar criança são presos em São Mateus

Polícia

Pai e madrasta suspeitos de matar criança são presos em São Mateus

As investigações da polícia apontam que o casal agredia o menino de apenas 2 anos há meses

Gabriel Barros

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória

Um casal suspeito de matar uma criança de 2 anos foi preso, na tarde desta segunda-feira (30), no bairro Pedra D'água, em São Mateus, no Norte do Espírito Santo. O homem, de 29 anos, é pai do menino e a mulher, de 22 anos, é madrasta.

O menino morreu na última quarta-feira (25). No dia do crime, a mulher acionou o Polícia Militar alegando que a criança tinha amanhecido sem vida.

Segundo o titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de São Mateus, delegado Isaac Gagno, as investigações apontam que o casal agredia a criança há meses. 

“Durante as diligências, descobrimos que as agressões ocorriam diariamente e que a criança chegou a ser internada oito vezes. Fato este que foi comprovado com o resultado do exame cadavérico”, disse. 

No dia do crime, os suspeitos foram encaminhados à Delegacia Regional de São Mateus, prestaram depoimento e foram liberados, já que, segundo a polícia, naquele momento não havia provas de que os hematomas encontrados no corpo do menino eram consequências de lesão corporal. 

LEIA TAMBÉM: VÍDEO I Força-tarefa da Polícia Federal prende mulheres com 12 quilos de drogas na BR-262

O laudo cadavérico, no entanto, concluiu que a causa da morte seria traumatismo craniano. Após os resultados, foi solicitado um mandado de prisão preventiva, que foi expedido pelo Poder Judiciário e cumprido nesta segunda-feira. 

Ainda segundo a polícia, os suspeitos tentaram se esconder na casa da mãe da madrasta, mas foram localizados e presos. 

Após o cumprimento do mandado, o pai e a madrasta da vítima foram encaminhados ao Sistema Prisional. De acordo com a polícia, tanto o homem quanto a mulher serão indiciados pelo crime de homicídio com dolo eventual.

Pontos moeda