Polícia prende cinco suspeitos de assassinar casal a tiros e pedradas na Serra

Polícia

Polícia prende cinco suspeitos de assassinar casal a tiros e pedradas na Serra

Asclepíades Vieira Soares Junior, de 31 anos, e Laís Paula de Souza, de 25, foram assassinados a tiros e pedradas no dia 30 de janeiro, no bairro Balneário Carapebus.

Foto: Divulgação

Uma mulher e quatro homens foram presos por policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra, entre os meses de março e maio, suspeitos de serem os autores de um duplo homicídio ocorrido no início do ano, na Serra

Asclepíades Vieira Soares Junior, de 31 anos, e Laís Paula de Souza, de 25, foram assassinados a tiros e pedradas no dia 30 de janeiro, no bairro Balneário Carapebus. Segundo a polícia, os cinco suspeitos tinham mandados de prisão em aberto e são réus em ação penal que tramita no Poder Judiciário.  

Mais detalhes sobre as prisões e sobre a investigação serão divulgados pela polícia na manhã desta quinta-feira (26), na DHPP Serra.

Casal foi morto com mais de 30 tiros

Após o crime, a esposa de Asclepíades conversou com a equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV e contou que o marido havia saído de casa durante a noite para resolver alguns problemas, mas a história, até então, era cercada de mistério.

Testemunhas contaram que depois de baleadas, as vítimas foram correndo para a avenida do bairro e uma delas acabou caindo. Asclepíades era lanterneiro e Laís Paula seria amiga dele e da esposa. 

Mas há outra versão para o crime contada por moradores. De acordo com os relatos, criminosos em um carro preto teriam perseguido primeiro a mulher e a executaram no canto da rua. Depois, o homem foi morto.

Saiba mais: Homem e mulher são assassinados a tiros e pedradas na Serra

Pontos moeda