Cerca de 30 famílias já deixaram os morros da Piedade e do Moscoso em Vitória

Polícia

Cerca de 30 famílias já deixaram os morros da Piedade e do Moscoso em Vitória

Eles afirmam que isso acontece por conta do medo e da insegurança instalada no local

Famílias ainda estão deixando a comunidade com medo / Foto: Reprodução TV Vitória

Quase uma semana após o último confronto entre traficantes no Morro da Piedade, em Vitória, moradores disseram que cerca de 30 famílias já deixaram a comunidade e também o Morro do Moscoso. Eles afirmam que isso acontece por conta do medo e da insegurança instalada no local, mesmo com o policiamento intensificado desde o último domingo (10).

Nesta sexta-feira (15), uma equipe da TV Vitória esteve no morro durante a manhã. O clima era de tranquilidade, as ruas estavam vazias e não havia ninguém fazendo mudança, mas os moradores afirmaram que o movimento de saída da comunidade continua.

>> Base da PM será instalada no Morro da Piedade, anuncia secretário de segurança

Um estudo do Instituto Raízes revelou que só neste ano 32 imóveis foram abandonados e pelo menos 90 pessoas deixaram o Morro da Piedade. A região conhecida como 'Seu Queiroz', no alto do morro, foi a que sofreu o maior impacto de desocupação: 90% dos moradores deixaram as casas. Como reflexo do cenário, as três escolas que estão instaladas no bairro têm baixa frequência de alunos e já receberam pelo menos 20 pedidos de transferência.

Também nesta sexta-feira, na parte baixa do morro, a equipe da TV Vitória não viu policiais. O clima de insegurança foi instalado no último fim de semana com a morte de um morador da piedade. Walace foi assassinado com vários tiros na manhã do último domingo. A morte dele teria sido em consequência de uma guerra pelo domínio do tráfico de drogas na região.