'Ela estava muito acelerada', diz amiga de mulher assassinada em Vitória

Polícia

'Ela estava muito acelerada', diz amiga de mulher assassinada em Vitória

Familiares informaram que ela havia deixado o bairro onde cresceu há pouco mais de 1 mês

Amigos se reuniram em frente à casa da família de Tatiana Bongiovani Curbani, assassinada na madrugada deste sábado (2) em Bonfim, Vitória. A técnica de enfermagem cresceu no bairro São Cristóvão, também na Capital, e era a mais nova entre 5 irmãos.

Familiares da mulher não aceitaram gravar entrevista mas informaram que ela havia deixado o bairro há pouco mais de 1 mês. Na época, ela recebeu dos irmãos um carro, um terreno e também dinheiro, como forma de ajuda para superar a fase ruim. Mas não foi suficiente.

"Acho que ela estava muito acelerada, muito imprudente. Estava mal, em depressão", afirmou uma amiga de Tatiana que esteve na residência na manhã deste sábado. 

Segundo a polícia, ela estava passando pela avenida quando foi surpreendida por homens armados. Para tentar escapar dos disparos, ela correu para dentro da residência, mas foi atingida várias vezes.