• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Acusado de assassinar ex-governador Gerson Camata vai a júri popular

MORTE gerson camata

Polícia

Acusado de assassinar ex-governador Gerson Camata vai a júri popular

Na mesma decisão, o juiz manteve a prisão preventiva do réu e indeferiu o pedido da defesa de converter a prisão preventiva em domiciliar

André Vinicius Carneiro

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação / Polícia Civil
Marcos Venicio Moreira Andrade, de 66 anos, será levado a júri popular

Marcos Venicio Moreira Andrade, de 66 anos, acusado de matar o ex-governador do Espírito Santo, Gerson Camata, vai a júri popular. A decisão de pronúncia do réu é do juiz Felipe Bertrand Sardenberg Moulin, da 1ª Vara Criminal de Vitória, publicada no fim da tarde desta sexta-feira (28).

Marcos Venicio responde na Justiça por homicídio qualificado por motivo torpe e dificultar a defesa da vítima. A data do júri popular ainda será marcada pelo magistrado responsável pelo caso.

Na mesma decisão, o juiz manteve a prisão preventiva do réu e indeferiu o pedido da defesa de converter a prisão preventiva em domiciliar. Marcos Venicio segue preso do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Viana. 

O assassinato de Gerson Camata aconteceu no dia 26 de dezembro do ano passado. No mesmo dia, Marcos Venicio Moreira Andrade, que havia trabalhado por quase 20 anos como assessor do político, foi preso em flagrante dentro de uma loja. A motivação teria sido uma ação judicial movida por Camata contra o ex-assessor, que culminou em um bloqueio no valor de R$ 60 mil na conta de Marcos Venicio.