Com ajuda da população, 600 criminosos mais procurados pela Polícia Civil do ES foram presos em 2021

Polícia

Com ajuda da população, 600 criminosos mais procurados pela Polícia Civil do ES foram presos em 2021

Esses nomes estavam na lista de procurados, mesma lista que consta o nome do Marujo, um dos homens mais procurados do Espírito Santo

Foto: Matheus Brum

A população ajudou a polícia a encontrar 600 criminosos mais procurados do Espírito Santo após ligações para o Disque-Denúncia. As pessoas detidas estavam na lista da Polícia Civil

Foto: Reprodução / TV Vitória

Um dos criminosos mais procurados é Fernando Moraes Pereira Pimenta, também conhecido como "Marujo" ou "Zoi".

Marujo tem em aberto cinco mandados de prisão por tráfico de drogas, homicídio qualificado e também é suspeito de comandar o tráfico de drogas do bairro da Penha, em Vitória.

Segundo a polícia, o trabalho de divulgação constante gera resultados, pois com a foto publicada, entra em ação uma outra ferramenta importante para prisão desses suspeitos: o Disque-Denúncia 181. 

Foi por meio dessas denúncias que a polícia descobriu que o Marujo não vive no Espírito Santo, mas no Rio de Janeiro, mais precisamente no Complexo da Maré, zona norte carioca.

Leia também: 

>> Primo de 'Marujo', considerado um dos traficantes mais procurados do ES, é preso no Bairro da Penha

>> Preso irmão de 'Marujo', um dos suspeitos mais procurados pela polícia no ES

Com a imagem e a denúncia, tem início as parceiras entre as policias civis do Espírito Santo e de outros estados. De acordo com o delegado Paulo Expedito Amaral, essa parceria pode contar com a presença de outros órgãos da segurança pública.

"Qualquer indivíduo que praticou um crime no Espírito Santo, mas por algum motivo esteja em outro estado da federação, essas informações vão ser repassadas para aquele respectivo estado e as agências, policias civis, militares, se for o caso a Polícia Rodoviária Federal ou Polícia Federal, também vão tentar ajudar no encontro e prisão desse indivíduo".

Além do Marujo, também está na lista de procurados o nome de Luan Gomes Faria, também chamado de Luan Vera ou Camu. Segundo informações da polícia, ele faz parte de uma associação criminosa do Rio de Janeiro que também atua no Espírito Santo.

Luan é apontado pela polícia como chefe do tráfico de drogas do bairro Tabuazeiro, em Vitória, e é suspeito de participar de ataques em morros da capital. O rapaz, segundo apontam as investigações, também estaria escondido no Complexo da Maré. Por isso os policiais do Rio de Janeiro também estão de olho no Luan e no Marujo.

Foto: Reprodução / TV Vitória

A lista é maior

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) divulgou uma lista com outros 28 procurados. A polícia pede ajuda da população para que denuncie esses suspeitos. Esse tipo de ajuda, segundo a Sesp, pode gerar bons resultados pois somente neste ano 600 pessoas foram presas com a ajuda do 181.

"Essas pessoas que constam no site do Disque-Denúncia são indivíduos cujo os policiais já expediram o competente mandado de prisão em desfavor dos mesmos, a polícia já esteve nos endereços que constam nos cadastros ou esconderijos que eles poderiam ser encontrados e não encontraram, então, as policias pedem ajuda da população para que contribua com o encontro desses criminosos".

Além do telefone 181, as pessoas também podem denunciar pelo site do Disque-Denúncia

"No site, além das informações que são recebidas, o cidadão colaborador pode também acrescentar anexos como fotos, vídeos e documentos e isso vai fazer com que a atividade policial seja mais eficiente. Então, além daquela denúncia, pode vir um esconderijo de uma droga ou a foto do cidadão. A denúncia é a arma da população de bem e que quer uma sociedade melhor para todos".

* Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/RecordTV