Moradores ficam sem ônibus e toque de recolher é decretado na Serra após madrugada de tiroteios

Polícia

Moradores ficam sem ônibus e toque de recolher é decretado na Serra após madrugada de tiroteios

A Ceturb-ES informou que assim que a situação voltar ao normal, os coletivos voltam a fazer o itinerário original na região

Foto: Divulgação

Ônibus pararam de circular e um toque de recolher foi decretado no bairro Planalto Serrano, na Serra, após um tiroteio na madrugada desta quarta-feira (2). Durante a manhã, os coletivos passaram a circular somente no Bloco A da região. Além disso, a Unidade de Saúde permaneceu fechada, assim como alguns estabelecimentos comerciais. 

A polícia informou que o tiroteio começou por volta das 2h, quando suspeitos chegaram atirando contra homens que estavam em um beco. Segundo os policiais, o beco é utilizado como rota de fuga dos criminosos, já que no local é possível ter uma vista privilegiada do bairro.

Moradores da região acordaram assustados com o barulho dos tiros e até se jogaram no chão para tentar se proteger. Mais tarde, por volta das 04h, um novo tiroteio teve início e diversas casas, além de duas igrejas, tiveram janelas e a portas quebradas. 

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no bairro, se deparou com suspeitos armados. Uma troca de tiros foi iniciada, mas o grupo conseguiu fugir. Pouco depois, por volta das 6h, os militares receberam denúncias de que quatro suspeitos em duas motos estavam circulando pela região, decretando toque de recolher no bloco B.

Durante patrulhamento, pessoas foram vistas correndo e uma moto foi encontrada abandonada, no mesmo lugar do tiroteio. Ela foi guinchada para um pátio e, segundo a polícia, estava com restrição. A motocicleta foi roubada no último domingo (30), em Vila Velha. 

Em nota, Ceturb-ES informou que, por questões de segurança, os ônibus que atendem a região estão atendendo a parte baixa do bairro. Assim que a situação voltar ao normal, os coletivos voltam a fazer o itinerário original.

Homicídio
Na madrugada de terça-feira (1), um rapaz foi assassinado a tiros na região. No último sábado, um jovem foi baleado e uma mulher assassinada durante um tiroteio no Bloco A. Os dois estavam na frente de um bar quando criminosos chegaram atirando e trocaram tiros com outros suspeitos.

 Os tiroteios desta quarta-feira (2) podem ter relação com os outros casos, mas a polícia ainda vai investigar e confirmar as informações. 

A Polícia Civil informou que o serviço de inteligência monitora as atividades criminosas em todos os ambientes, e é um trabalho realizado de modo sigiloso. A PC ressalta que realiza trabalho de investigação contra o tráfico de drogas, e crimes relacionados, em todo o Estado, incluindo na região citada, onde prisões já foram realizadas. 

A Polícia Civil destaca que a população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181. 

Com informações da repórter da TV Vitória/Record TV, Rafaela Freitas.