Polícia vai investigar caso de criança que teve perna amarrada durante aula em Vitória

Polícia

Polícia vai investigar caso de criança que teve perna amarrada durante aula em Vitória

O caso aconteceu na EMEF Eunice Pereira da Silveira, em Tabuazeiro, com um menino de 12 anos. Prefeitura afastou o professor

Foto: Reprodução

O caso da criança que teve a perna amarrada em uma cadeira, durante a aula, será apurado pela Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA). O fato aconteceu nesta terça-feira (15), em uma escola da rede municipal de ensino, no bairro Tabuazeiro, em Vitória.

O professor responsável pela turma foi afastado pela Prefeitura da Capital. Um vídeo mostra o momento em que o estudante, de 12 anos, estava sentado na carteira, com o pé preso.

O caso aconteceu na Escola Municipal de Ensino Fundamental Eunice Pereira da Silveira. A reportagem da Rede Vitória entrou em contato com a família do garoto, que não quis dar mais detalhes sobre o que aconteceu antes de ele ter o pé amarrado na carteira.

Os familiares disseram apenas que o caso ocorreu nesta terça-feira e que foi o professor que amarrou o pé do menino. Ainda segundo a família, o adolescente está muito envergonhado com a situação.

Por meio de nota, a Prefeitura de Vitória informou que o profissional será afastado, por medida cautelar, e que um processo administrativo disciplinar (PAD) está sendo aberto para investigar o fato.

A prefeitura disse ainda que uma equipe técnica já esteve na escola para apurar a denúncia. Além disso, a administração municipal encaminhou um ofício sobre o ocorrido para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), para que o caso seja investigado também pela Polícia Civil.

Na nota, a prefeitura afirmou também que se solidariza com o estudante e a família e destaca que repudia qualquer forma de violência.