Serra registra cinco furtos e roubos de veículos por dia

Polícia

Serra registra cinco furtos e roubos de veículos por dia

Polícia Civil afirmou que mesmo diante dos números altos, houve redução nas ocorrências, se comparados ao mesmo período de 2020

Foto: Reprodução/ WhatsApp TV Vitória
Serra lidera por três anos o ranking de furtos e roubos

De janeiro a maio deste ano, o município da Serra registrou mais de 800 furtos e roubos de veículos. Cerca de cinco furtos por dia. Além disso, há três anos, a cidade ocupa o primeiro lugar do ranking estadual. 

Um segurança que teve a moto furtada na Serra há mais de um mês perdeu as esperanças de recuperá-la. "Já tínhamos pagado três parcelas. De 48 prestações, faltam 44, e temos que continuar pagando, porque o pessoal não tem culpa de eu ter sido furtado", disse o profissional de segurança que não quis ser identificado. 

Segundo ele, era um domingo à tarde, dia e o horário em que a rua onde mora, em Jardim Tropical, na Serra, fica mais movimentada. "Na verdade, a rua aqui é bem movimentada, e assim, aconteceu e ninguém viu e nem souberam falar se viram alguém estranho ou diferente", relatou ele. 

Meio de transporte

Mesmo com poucos recursos, ele e a esposa se esforçaram e compraram a moto que era usada para trabalhar e realizar outras atividades. "Era o nosso meio de transporte e até mais rápido. A moto é mais ágil para ir e voltar do serviço, por exemplo", concluiu ele. 

Ele é mais um a integrar a estatística de tantos outros que acontecem diariamente no Espírito Santo. 

Líder do ranking desde 2018

Nos últimos três anos, o município da Serra ocupou o primeiro lugar no ranking estadual de furtos e roubos de veículos. Ainda assim, segundo a Polícia Civil, quando comparando aos cinco primeiros meses deste ano com o mesmo período do ano passado, houve uma redução de pouco mais de 6%, com 872 casos em 2020, contra 819 casos registrados em 2021. 

Telefonemas

Uma outra vítima, que conversou com à equipe da TV Vitória / Record TV, e também não quis ser identificada, relatou que o furto da moto dela aconteceu no último mês de maio. Mais de um mês depois, a polícia ainda não recuperou o veículo.

"Até hoje não tivemos nenhuma notícia. Recebemos várias ligações de pessoas dizendo que estavam com ela e exigiam dinheiro. Quando a gente falava que precisava ver a moto, eles não retornavam mais o contato", explicou. 

Procurada, a Polícia Civil informou que o caso da moto continua sendo investigado pela Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos e até o momento nenhum suspeito foi detido e a moto não foi localizada. 

*Com informações da TV Vitória / Record TV