VÍDEO | Advogado tem casa assaltada pela terceira vez e é feito refém em Vila Velha

Polícia

VÍDEO | Advogado tem casa assaltada pela terceira vez e é feito refém em Vila Velha

Três suspeitos armados invadiram a residência, sequestraram a vítima e roubaram objetos da casa

Foto: Reprodução TV Vitória
Advogado foi abordado, feito de refém e sequestrado pelos suspeitos 

Um advogado de 61 anos teve a casa roubada pela terceira vez no bairro Ponta da Fruta, em Vila Velha. Por volta das 22 horas de quarta-feira (16), três suspeitos armados invadiram a residência, sequestraram a vítima e roubaram objetos. 

"Eu estava cochilando quando entraram com a metralhadora, me jogaram de cabeça baixa e amarraram minhas pernas", lembrou a vítima, que não quis se identificar. 

De acordo com ele, os criminosos queriam dinheiro e reviraram toda a casa. "Eles levaram dois computadores, dois celulares, parafusadeira e caixa de som. Eu fiquei com o pano na cara e amarrado", relatou o advogado. 

Os suspeitos rodaram com a vítima por alguns minutos e o abandonaram em uma rua do bairro. Ele pediu ajuda a um morador, que acionou a polícia. 

Cerca de trinta minutos depois os homens foram vistos pela polícia em um bairro vizinho. Eles tentaram fugir, mas um acabou detido pelos policiais. 

Foto: Reprodução TV Vitória
Com o suspeito foi encontrada metralhadora com munições

O suspeito, Diego Honório, de 29 anos, foi levado para a Delegacia Regional de Vila Velha. Ele estava com uma submetralhadora e oito munições. 

O carro da vítima foi recuperado, porém os outros pertences roubados não foram localizados. Os outros dois suspeitos continuam foragidos. 

Vítima de outros assaltos

O advogado havia acabado de comprar novos computadores, já que tinha sido roubado recentemente. É o terceiro roubo que ele sofreu dentro da própria casa. 

"Nas outras duas vezes foram furtos. Eu não estava em casa. Roubaram dois notebooks", disse o advogado. 

Outras residências da rua também já foram invadidas. 

"Assaltaram a casa aqui do lado tem umas duas semanas. Com frequência já assaltaram outra casa aqui. A gente fica com medo", contou uma moradora do bairro que não quis se identificar. 

Uma doméstica, que por medo, também preferiu não dar o nome, teve arma apontada para a cabeça durante assalto. 

"Era umas 08 horas da manhã e ele pediu a bolsa. Falei que podia levar, mas só tinha dez reais e remédios. Me disse que sabia onde eu morava também. A gente fica com medo de sair na rua. Fica só dentro de casa", lamentou ela. 

A Polícia Civil disse, por meio de nota, que o suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de roubo, restrição de liberdade da vítima e emprego de arma de fogo. Ele foi conduzido ao Centro de Triagem de Viana. 

O veículo foi recuperado pela Polícia Militar e encaminhado ao pátio credenciado da Barra do Jucu, em Vila Velha. O proprietário deve fazer contato com a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos para proceder com a restituição do veículo. 

*Com informações da repórter Rafaela Freitas da TV Vitória / Record TV