Polícia

VÍDEO | Motorista que matou idoso com "voadora" em briga de trânsito chora em reconstituição

César Fine Torresi morreu na frente do neto, de 11 anos. O idoso sofreu traumatismo craniano e faleceu após três paradas cardíacas

Redação Folha Vitória

Foto: Divulgação/ Polícia Civil

O motorista Tiago Gomes de Souza, preso suspeito de matar César Fine Torresi, de 77 anos, com uma 'voadora' no peito em Santos, no último sábado (8), no litoral de São Paulo, se jogou no chão e chorou durante a reconstituição do crime feita pela Polícia Civil. 

A vítima morreu em frente do neto dele, de 11 anos. O idoso sofreu um traumatismo craniano e morreu após três paradas cardíacas.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

A reconstituição do crime aconteceu na quinta-feira (13), e contou com a presença de dezenas de pessoas, além do Eugênio Malavasi (advogado de defesa), um promotor do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e autoridades policiais. O filho da vítima, Bruno Cesar Fine Torresi, também participou.

Durante o procedimento, três versões foram reproduzidas: do autor do crime, do neto da vítima e de uma testemunha, um médico que auxiliou nos primeiros socorros de Cesar e viu apenas parte do ocorrido.

O suspeito alegou ter sofrido um "ataque de fúria" diante da atitude da vítima em adverti-lo por ter avançado com o carro contra ele e o neto.

LEIA TAMBÉM: Idoso morre após levar "voadora" em briga de trânsito

Tiago relatou à polícia que não teve a percepção se havia machucado ou não o idoso quando arrancou com o veículo. Ainda conforme o suspeito, a vítima e o neto continuaram a caminhar após a "discussão"

Dezenas de pessoas acompanharam a reconstituição do crime no local e pediram por justiça.

Veja o momento da reconstituição: 


Pontos moeda