Aulas são suspensas em escolas do Alemão por segurança

Polícia

Aulas são suspensas em escolas do Alemão por segurança

Redação Folha Vitória

Rio de Janeiro - Por conta de uma operação conjunta das polícia do Rio nesta quarta-feira, 16, mais de quatro mil alunos das 10 unidades municipais do Alemão ficaram sem aulas, por medida de segurança. Escolas, creches e os chamados EDIs (Espaço de Desenvolvimento Infantil) foram fechados. A secretaria municipal de Educação informou que, também durante a tarde, as unidades ficarão fechadas.

A operação continua, de acordo com o tenente-coronel Rogério Figueiredo, sem previsão de término. "Vamos continuar até ter êxito total", disse. Os policiais procuram possíveis locais de esconderijo de drogas e armas e também de traficantes que continuam no Alemão mesmo após a ocupação do complexo, em 2010, primeiro pelo Exército e depois pela Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Operação

A operação com 500 policiais militares tem o objetivo de cumprir 40 mandados de prisão. Desde as primeiras horas do dia, PMs de diversas unidades fazem ação de "cerco e varredura" nas comunidades do Alemão.

Preso

Na zona norte, policiais da UPP prenderam no início da manhã de hoje Carlos Eduardo Serpa Monteiro, suspeito de ser o "responsável pelo tráfico de drogas" na Favela da Light, na Vila Kennedy, comunidade que fica próxima a Bangu. De acordo com a CPP, o homem havia fugido do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, pela tubulação de esgoto.

Ele vinha sendo monitorado pelo Centro de Inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e foi preso em casa. Foi apreendida com ele uma carteira de identidade falsa e o suspeito foi levado à 34ª Delegacia de Polícia, em Bangu.

 

 

 

#ET