Funcionário acusado de roubar combustível de empresa é preso em Vitória

Polícia

Funcionário acusado de roubar combustível de empresa é preso em Vitória

Para cometer o furto, o acusado criou na própria residência, no bairro Novo Horizonte, na Serra, um cano que servia de mecanismo para sugar o óleo combustível do caminhão

Mecanismo criado pelo acusado Foto: Divulgação

A polícia prendeu Reinon Batista, de 38 anos. O suspeito trabalhava no transporte de óleo diesel que abastecia ônibus de empresas. Segundo a polícia, Batista furtava combustível do caminhão de uma empresa em que trabalhava.

Para cometer o furto, o acusado criou na própria residência, no bairro Novo Horizonte, na Serra, um cano que servia de mecanismo para sugar o óleo combustível do caminhão. Na casa do suspeito, a polícia encontrou tanques enterrados no chão, que supostamente serviam de esconderijo para o óleo roubado. 

Na casa de Reinon foram apreendidos uma motocicleta e um veículo Ranger. Segundo o titular da Superintendência de Polícia Prisional (SPP), Danilo Bahiense, o acusado é dono de um sítio em Marechal Floriano, região Serrana do Estado. Bahiense afirma que o patrimônio do suspeito é extenso, para quem recebe um salário de R$ 1.600,00. 

Além de Reinon, a polícia prendeu Alexandro Miranda, acusado de ser receptador da fraude. Com Miranda foi apreendido um veículo caminhonete, 800 litros de óleo diesel e R$ 1.800, que a polícia acredita que seria usado para o pagamento da carga. 

Em depoimento, Alexandro confessou que vendia a carga desviada por um preço superior ao do mercado e afirmou que cometia o crime porque estava endividado. 

De acordo com Danilo Bahiense, Reinon usava o filho de apenas 16 anos para receber o dinheiro do roubo. Alexandro será autuado por receptação e corrupção de menores. Reinon vai responder por corrupção de menores, furto qualificado, armazenamento e comercialização de combustível sem autorização, além de crime contra a fauna e a flora. O acusado por pegar até 40 anos de prisão.