Atirador que matou 2 e se suicidou em cinema nos EUA pretendia fugir

Polícia

Atirador que matou 2 e se suicidou em cinema nos EUA pretendia fugir

Redação Folha Vitória

Lafayette - Um homem de 58 anos de idade que abriu fogo em uma sala de cinema na noite de quinta-feira, na cidade de Lafayette, Louisiana (EUA), deixando dois mortos e pelo menos nove feridos, foi identificado como John Russel Houser e descrito como um "andarilho" do estado do Alabama.

Houser atirou 13 vezes, de acordo com a polícia. Antes de agir, ele estacionou seu carro na porta de saída do cinema e, inicialmente, tentou escapar se camuflando na multidão que saía atordoada da sessão, mas virou-se quando viu a polícia ir para o estacionamento. Ao verem Houser voltando para a sala de cinema, ouviram um tiro e logo após o encontraram morto no local, informou a polícia.

"A resposta rápida da polícia ao ataque forçou-o a voltar para a sala de cinema", disse Jim Craft, chefe da polícia de Lafayette.

As autoridades não informaram o motivo do ataque. Segundo a polícia, Houser vivia em Lafayette desde o início do mês, morando um motel aonde foram encontrados disfarces, incluindo óculos e perucas.

A polícia ainda afirmou que o atirador agiu sozinho e começou o ataque atirando nas duas pessoas sentadas na sua frente no cinema.

Uma vítima relatou que um homem se levantou após 20 minutos do início da comédia "Descompensada", por volta das 19 horas (horário local) e começou a atirar. Fonte: Associated Press.