• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ocupação social será prioridade da Polícia Militar em Vitória, diz novo comandante

Polícia

Ocupação social será prioridade da Polícia Militar em Vitória, diz novo comandante

Tenente-coronel Márcio Eugênio Sartório assumiu o comando do 1º Batalhão da PM nesta segunda-feira. Segundo ele, ação será alinhada com programa desenvolvido pela Sesp

O tenente-coronel Sartório assumiu o comando do 1º Batalhão da PM, em Vitória, nesta segunda-feira Foto: Divulgação/PM

A ação do 1º Batalhão da Polícia Militar (1º BPM), em Vitória, terá como prioridade a ocupação social em regiões da capital consideradas mais vulneráveis e com maior índice de criminalidade. Quem garante é o novo comandante do batalhão, tenente-coronel Márcio Eugênio Sartório, que assumiu a nova função nesta segunda-feira (27).

De acordo com o comandante, a ação será alinhada com o programa Ocupação Social, desenvolvido pela Secretaria de Estado Extraordinária de Ações Estratégicas (SEAE), com foco na prevenção da violência.

"Atualmente a Polícia Militar já faz uma ocupação nas regiões com grande aglomerado de pessoas e índice elevado da criminalidade. Nosso foco agora será mais voltado para a área social, seguindo as diretrizes do programa Ocupação Social, do Governo do Estado. A Polícia Militar vai procurar colaborar com essa ocupação no que for possível, seja com projetos voltados para a prevenção do tráfico de drogas, bem estar da população e saúde pública. Vamos usar todas as ferramentas disponíveis para nos aproximarmos das comunidades", destacou.

O tenente-coronel ressaltou ainda que o batalhão vai procurar atuar de forma mais enérgica contra a violência sofrida pela mulher. Segundo ele, haverá na capital uma intensificação das chamadas Visitas Tranquilizadoras, que é uma das ações anunciadas pelo Governo do Estado, este ano, para tentar minimizar os índices de mulheres agredidas e assassinadas no Espírito Santo.

"Vamos aumentar o número de visitas a essas mulheres vítimas de violência doméstica, de acordo com planejamento feito pela Secretaria de Segurança Pública, no intuito de melhorar o ambiente em que elas vivem".

O novo comandante do 1º BPM destacou ainda o trabalho que já vem sendo realizado pela polícia, no combate à violência, e diz que um dos grandes desafios que deve enfrentar será manter os bons índices já alcançados.

"Nos últimos anos a Polícia Militar já tem feito um trabalho muito bom no combate ao crime e tem reduzido consideravelmente os índices de violência no Estado. Temos uma tropa muito bem preparada e nosso objetivo é dar continuidade a esse bom desempenho, com eficiência na utilização de recursos e eficácia nos resultados", salientou.