• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fim de semana marcado por violência e crueldade com 9 assassinatos na Grande Vitória

  • COMPARTILHE
Polícia

Fim de semana marcado por violência e crueldade com 9 assassinatos na Grande Vitória

Segundo um levantamento do jornal online Folha Vitória, foram registrados cerca de 9 crimes no Estado de sexta a domingo

O final de semana foi marcado pela violência e crueldade no Espírito Santo. De acordo com um levantamento feito pelo jornal online Folha Vitória, com base nos casos confirmados pela polícia, de sexta-feira (20) a domingo (23), cerca de 9 pessoas foram assassinadas em diversas regiões do Estado.

A primeira ocorrência foi registrada na manhã de sexta-feira, por volta das 5h30, quando um vigilante foi morto a tiros na Glória, em Vila Velha. Marcos Alessandro Alves Pessoa, de 36 anos, foi morto em frente ao bar e a borracharia que pertenciam a ele. Segundo a polícia, a vítima tinha transtornos mentais e moradores contaram ainda que ele sempre arrumava confusão no bairro.

Durante a noite, uma jovem, identificada como Larissa Cristina Silva Almeida, de 20 anos, foi assassinada com cerca de 12 tiros, na Praça de Campinho da Serra II, Serra. Conhecidos afirmaram que a jovem era usuária de drogas, no entanto, a polícia não informou se o crime tem alguma relação com o tráfico de drogas.

Em Guarapari, um segurança, identificado como Adriano Carlos Santos, foi morto em frente a distribuidora de bebidas onde trabalhava, no bairro Bela Vista. Segundo informações de testemunhas, ele teria sofrido uma tentativa de assalto, reagiu e acabou sendo executado.

Também na Glória, em Vila Velha, um morador foi morto a facadas na madrugada de sábado (21). Segundo testemunhas, a vítima, que não foi identificada, teria se desentendido com outros moradores de rua. Dois deles o seguraram e, sem seguida, um terceiro desferiu os golpes.

No mesmo município, o advogado criminalista Emerson Vieira, de 42 anos, foi assassinado durante a tarde. De acordo com testemunhas, Emerson estava acompanhado das duas filhas, de 8 e 12 anos, e de uma sobrinha, quando foi abordado por dois homens. Ainda segundo testemunhas, inicialmente pareceu tratar-se de um assalto, pois os bandidos levaram um cordão da vítima. Mas, logo em seguida, efetuaram os disparos, que atingiram as costas, o peito, o rosto e o abdômen.

No bairro Cruzeiro do Sul, um homem foi morto a durante a tarde. O costureiro Jocario Lima, de 31 anos, estava em um bar quando o suspeito chegou em uma bicicleta com uma faca na mão. Familiares da vítima contaram que ele foi escolhido aleatoriamente pelo homem e, segundo testemunhas, o autor do crime possui envolvimento com drogas e é conhecido na região.

Na noite de domingo (22), um homem foi morto a pauladas pelo filho, no bairro Nova Rosa da Penha II, em Cariacica. Segundo informações da polícia, o crime aconteceu durante uma confusão dentro da casa da família, quando o filho tentou intervir em uma briga para defender a mãe. O homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Em Jacaraípe, na Serra, um policial militar reagiu a um assalto e matou uma mulher. Segundo a polícia, a jovem de 20 anos, identificada como Rayane Santos Santana, dava cobertura para os dois assaltantes que anunciaram um assalto a uma casa de carnes, na avenida principal do bairro.

Durante a madrugada, um outro policial militar matou um homem dentro do apartamento onde mora com a esposa e os filhos, no bairro Vale Encantado, em Vila Velha. De acordo com informações da Polícia Civil, a suspeita do PM era de que a vítima fosse amante da mulher. O PM Iltemir Araújo Machado, 52 anos, atirou e matou Anderson Carvalho de Souza, 31 anos. 

Todos os casos citados foram confirmados pela polícia e seguem sob investigação.