• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Novas vítimas registram denúncia contra homem preso por aplicar golpes milionários no Sul do ES

Polícia

Novas vítimas registram denúncia contra homem preso por aplicar golpes milionários no Sul do ES

Pessoas do interior do Espírito Santo e até de Minas Gerais compareceram na delegacia para registrar as denúncias

Os golpes envolvendo compra e venda de lotes no interior do Espírito Santo, supostamente aplicados por Geraldo Ribeiro de Souza, preso no último dia 19, deixou várias famílias lesadas. Na manhã desta quinta-feira (26), novas vítimas compareceram à Delegacia de Defraudações para registrar novas denúncias.

Antes de prestar depoimento, as vítimas falaram com a equipe de reportagem da Rede Vitória, mas preferiram não se identificar. Um comerciante, que veio de Rio Novo do Sul, disse que foi mais um a cair na lábia do suspeito. “Ele ficou sabendo que eu tinha uma terra e arrendou. Ele se dispôs a prestar serviço e ser sócio do empreendimento. Fizemos um documento, um contrato, para ele mexer na papelada necessária, mas até hoje não apresentou nada”, disse

Outra vítima é um pecuarista, também do Sul do Estado. Ele conta que recebeu a promessa de participação nos lucros e alega que Geraldo chegou a vender terrenos da vítima sem autorização. “Começou querendo fazer loteamento. Um certo dia, resolvemos sentar para ele fazer. Ele fez o contrato de prestação de serviço para fazer o loteamento. Algumas coisas foram feitas e outras ficaram pra trás. O que mais tinha na vida dele era mentira. Os lotes ele passava sem a gente assinar”, contou.

Leia também: Suspeito de aplicar golpe milionário no ES recebia das vítimas imóveis de luxo e até hotel

Como forma de pagamento, Geraldo teria entregue para o pecuarista dois cheques: um de R$ 6.800 e outro de R$ 34 mil. As folhas estavam em nome de outra pessoa e os cheques, segundo a vítima, eram sem fundo.

Quando foi preso, Geraldo estava no apartamento que morava de aluguel na Praia da Costa, em Vila Velha. O suspeito veio de Minas Gerais, onde responde por um homicídio cometido em 2014. A esposa e a filha moram na Itália, lugar para onde, segundo a polícia, ele pretendia fugir.

Depois que a Rede Vitória noticiou o caso com exclusividade, outras vítimas começaram a aparecer e tomaram coragem de fazer a denúncia. O que mais chama a atenção no caso, é que ele aplicava golpes com alto valor. Uma das vítimas fez um depósito no valor de mais de R$ 270 mil.

O suposto empresário redigia contratos que eram firmados com as supostas vítimas. Tudo para parecer confiável e conseguir fechar negócio. Além disso, uma das vítimas ainda contou que ele se apresentava com a família e bastante religioso. “Ele chegava falando muito em Deus e a gente, igual bobos, acreditava. De Deus ele não tem nada”, desabafa.

Uma outra vítima viajou mais de 600 quilômetros e veio Minas Gerais para prestar depoimento. No caso dela, Geraldo conseguiu convencê-la a se tornar sócia de uma empresa. Em uma parte do contrato, o suspeito exigia até confidencialidade. Segundo a vítima, isso era para que ninguém descobrisse as mentiras que ele contava. “Ele me coagiu e disse que eu não podia falar com o dono do empreendimento, pois ele poderia achar ruim”, disse.

Já com outra vítima, ele alugou um trator e depois vendeu o veículo. Para conseguir reaver o bem, o proprietário precisou conseguir na Justiça um mandado de busca e apreensão.

A maior parte das ações do suspeito aconteceram no interior do Estado. A Secretaria Estadual de Justiça informou que Geraldo permanece no Centro de Triagem de Viana.