• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Clínica tem prejuízo de R$ 70 mil após ser arrombada e ter equipamentos roubados

Polícia

Clínica tem prejuízo de R$ 70 mil após ser arrombada e ter equipamentos roubados

Alguns vizinhos escutaram um barulho, mas não imaginavam que se tratava de um furto

Foto: Reprodução TV Vitória

Gavetas bagunçadas, documentos revirados, aparelhos de televisão e computadores roubados. Esse foi o cenário que o proprietário de uma clínica de estética, em Vila Velha, se deparou quando chegou para trabalhar na manhã de terça-feira (30). O prejuízo chega a quase R$ 70.000 mil reais.

Marcelo Leandro chegou na clínica que fica no bairro Vila Nova, por volta das 7h30. Quando entrou no local já percebeu que havia algo diferente. "Fizeram uma festa, levaram as televisões, o dinheiro que estava no caixa e a carteira da minha esposa. Quando cheguei na recepção estava tudo bagunçado, os notebook tinham sumido", conta. 

A clinica fica embaixo de um edifício residencial. Por volta das 3 horas da madrugada, alguns vizinhos escutaram um barulho, mas não imaginavam que se tratava de um furto. Os criminosos tiveram acesso a clínica por uma entrada lateral. Eles conseguiram arrombar uma porta de ferro, tiveram acesso ao prédio e só então puderam entrar no estabelecimento.

Os suspeitos reviraram as gavetas, danificaram documentos, levaram computadores e dinheiro. Nas paredes da clínica só ficaram os suportes das televisões, os quatro aparelhos foram levados. 

Além da clínica, o espaço também abriga um salão de beleza e uma escola. Depois que pegaram as televisões e o dinheiro, os criminosos seguiram para uma parte em que eram guardados alguns equipamentos eletrônicos. De acordo com o proprietário, cada um custa em media de R$ 10 a R$ 12 mil. Eles levaram pelo menos três aparelho. 

O prejuízo ainda não foi contabilizado, mas o proprietário estima que chegue a cerca de 70 mil reais. Depois do furto, a segurança no local foi reforçada. A clínica funciona há cerca de um ano na região e essa foi a primeira vez que foi assaltada. "Infelizmente, estamos a mercê da criminalidade. Mas não podemos parar, temos que sobreviver", relata. 

*Com informações da TV Vitória/Record TV, Vitor Moreno.