VÍDEO | Perseguição policial termina em acidente e detenções em Cariacica

Polícia

VÍDEO | Perseguição policial termina em acidente e detenções em Cariacica

Os suspeitos de praticarem roubos pelas ruas do município tentaram escapar de carro em direção a avenida Expedito Garcia, mas bateram com o veículo em um poste

Uma denúncia de que criminosos teriam cometido assaltos no bairro Parque Infantil e fugido logo em seguida, terminou em perseguição policial em Cariacica. 

Segundo informações da Polícia Militar, quando a viatura passava por uma rua de Campo Grande em busca dos suspeitos, os militares identificaram um rapaz correndo e entrando num carro de cor escura. Desconfiados, ligaram a sirene na intenção de que o veículo permanecesse parado, mas não foi o que aconteceu. 

 O condutor acelerou e fugiu em alta velocidade por diversas ruas do bairro. Testemunhas contaram que o veículo seguiu pela contramão, subiu em calçadas, quase bateu em outros carros e atropelou pedestres. Ao entrar em uma rua próxima a avenida Expedito Garcia, acabou batendo em um poste.

Foto: Reprodução TV Vitória

Mesmo com o carro amassado, o motorista tentou engatar a marcha ré e seguir em fuga, mas um policial militar atirou duas vezes nos pneus traseiros. Quatro pessoas estavam dentro do veículo. Entre elas, dois homens, um adolescente de 16 anos e uma mulher, de 25 anos, que disse ser a proprietária do veículo. Pessoas que estavam no local registraram o momento em que a Polícia Militar rendeu os suspeitos. 

Tornozeleira eletrônica

Embaixo do banco do motorista, policiais encontraram um simulacro de arma de fogo. Já debaixo do banco do carona, havia uma tornozeleira eletrônica, que de acordo com um dos suspeitos, havia se soltado da perna dele.

A Polícia Militar informou que ao serem questionados, três suspeitos, entre eles o adolescente, contaram que estavam na região pra tentar roubar algum estabelecimento comercial e não as pessoas que passavam pela rua. 

Já a dona do carro disse que não sabia que os homens que estavam com ela, cometeriam roubos. 

Passagem pela Justiça

Ainda segunda a PM, o homem que conduzia o veículo tinha passagem na Justiça por porte ilegal de arma de fogo, roubo e posse de entorpecentes. 

A Polícia Civil informou que a mulher assinou um termo circunstanciado por entregar a direção do carro para uma pessoa sem carteira de motorista. O homem de 24 anos, assinou um termo de desobediência por dirigir sem habilitação. Os dois foram liberados após assumirem o compromisso de comparecer em Juízo.

Ainda segundo a PC, o jovem de 20 anos e o adolescente de 16 foram ouvidos e liberados por não haver elementos suficientes para a prisão em flagrante. 

*Com informações da repórter Polyana Martinelli, TV Vitória/Record TV