• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após onda de assaltos em coletivos, Sesp intensifica ações para inibir crimes na GV

  • COMPARTILHE
Polícia

Após onda de assaltos em coletivos, Sesp intensifica ações para inibir crimes na GV

O secretário de segurança, André Garcia, afirmou que, nos primeiros sete meses deste ano, foram abordados mais de 17 mil coletivos na Grande Vitória

Secretaria de Segurança Pública garante que tem aumentado as ações para combater os assaltos a coletivos Foto: ​Divulgação

Os assaltos a coletivos são um problema recorrente enfrentado pelos 670 mil passageiros que utilizam diariamente o transporte coletivo na Grande Vitória. Todos os dias um coletivo é alvo de criminosos e a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) intensifica ações para combater a criminalidade.

Na noite da última terça-feira (16), um jovem que seguia para a faculdade, em Vitória, acabou sendo baleado dentro de um ônibus que foi assaltado. O rapaz teria reagido após um dos criminosos ter tentado roubar o celular dele.

De acordo com o secretário de segurança, André Garcia, os assaltos a coletivos estão hoje no foco das ações no âmbito da secretaria, da Polícia Militar e da Polícia Civil. “Destinamos a Delegacia de Crimes Contra o Transporte de Passageiros e Cargas a incumbência de investigar todos os casos, esses últimos, que têm chamado a atenção também de vítimas baleadas dentro de coletivos, e aumentamos as abordagens”.

André Garcia afirmou que, nos primeiros sete meses deste ano, foram abordados mais de 17 mil coletivos na Grande Vitória. Apesar das abordagens, casos como de uma comerciária de 24 anos, que foi baleada dentro de um coletivo durante uma tentativa de assalto, são registrados. O crime aconteceu na noite do último domingo (14), dentro de um ônibus da linha 624, que liga os terminais de Itaparica e São Torquato, ambos em Vila Velha.

E nem policial militar escapa da ação de bandidos dentro de coletivos. Em março deste ano, um policial teve a arma roubada durante um assalto a um ônibus do sistema Transcol, na Serra. O militar estava de folga quando o crime aconteceu.

Dois passageiros foram baleados durante um arrastão em um ônibus do sistema Transcol em janeiro deste ano. O coletivo da linha 613 (Ponta da Fruta – Terminal de Itaparica) passava pela Rodovia do Sol, no sentido Vila Velha x Guarapari quando três pessoas anunciaram o assalto.

A equipe de reportagem do Folha Vitória acompanhou estes e diversos outros casos que não foram citados nesta matéria. A Sesp, juntamente com as entidades ligadas ao setor de transporte de passageiros, se reúnem mensalmente para fazer um mapa da criminalidade no transporte coletivo.

“Nos reunimos com a Ceturb, a GVbus e o Sindirodoviários, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros para restabelecer e reavaliar todas as estratégias de mapear os locais e as linhas mais problemáticas. Todo este esforço está sendo para melhorar a eficácia das ações da polícia”, afirmou André Garcia.