Professor tem carro furtado em estacionamento de supermercado da Serra

Polícia

Professor tem carro furtado em estacionamento de supermercado da Serra

O carro foi levado com toda a compra, além de brinquedos e uma cadeirinha de bebê. E ele não foi a única vítima. Uma psicóloga também teve o carro furtado

Os furtos aconteceram nos estacionamentos da mesma rede de supermercados Foto: TV Vitória

Um professor de 36 anos teve o carro furtado no estacionamento de um supermercado, em Laranjeiras, na Serra. O crime aconteceu durante o final e semana. De acordo com o proprietário, o veículo foi levado com tudo que estava dentro. 

“Fizemos as compras, eu passei no caixa eletrônico do supermercado para sacar dinheiro. Como não tinha, passamos tudo no cartão. Depois eu voltei com as compras, guardamos no carro e saímos outra vez, pois eu precisava sacar dinheiro. Só fomos em um caixa eletrônico ao lado do supermercado e quando voltamos o carro já havia desaparecido com tudo dentro, com todas as compras”, contou.

Segundo a vítima, ela não recebeu nenhum apoio do estabelecimento. “Foi levado com cadeirinha do bebê, brinquedo dos meus filhos. Por sorte, os documentos do veículo e nossos documentos pessoais estavam no bolso. Tinha um rapaz na porta, de segurança. Ele se identificou como chefe dos seguranças e perguntou como aconteceu. Ele disse que ia anotar meus dados, passar para a central da empresa, que não fica no Estado, e a central entraria em contato. Ele disse que não tinham mais nada para fazer e nem imagens poderia fornecer sem autorização”, disse.

E o professor não foi o único a ter o carro furtado em um supermercado em Laranjeiras. Uma psicóloga também passou pela mesma situação. “Fizemos a compra normalmente, demorou mais ou menos uns 40 minutos. Quando saímos com as compras para colocar no carro ele não estava lá”, relatou Brianda Nunes.

O furto aconteceu em um supermercado da mesma rede, que fica quase em frente a Delegacia Regional do município. Ela também disse que não conseguiu apoio do estabelecimento. “Meu marido foi dentro do supermercado. Essa foi a primeira reação dele, para perguntar, pois tem uma câmera ali. O funcionário disse que eles não se responsabilizam por roubo e que a câmera não era deles”, destacou.

O carro dela foi furtado na terça-feira da semana passada. Três dias depois ele foi encontrado pela polícia. De acordo com a vítima, ele foi abandonado, com tudo dentro, no estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Carapina. Já o professor não teve a mesma sorte. O carro dele não tem seguro e ainda não foi encontrado.

A lei estadual número 10.109 diz que é de responsabilidade de quem fornece o serviço de estacionamento, pago ou gratuito, prezar pela segurança dos consumidores e dos veículos na área do estacionamento. 

A equipe da TV Vitória tentou contato com o supermercado, mas não obteve um posicionamento.