• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Criminosos jogam bomba caseira contra equipe da Guarda e mulher fica ferida em Vila Velha

  • COMPARTILHE
Polícia

Criminosos jogam bomba caseira contra equipe da Guarda e mulher fica ferida em Vila Velha

O caso aconteceu no último domingo (26), enquanto os agentes da Guarda Municipal de Vila Velha realizavam um patrulhamento em bairros do município

Uma bomba caseira foi jogada para cima de agentes da guarda municipal durante um patrulhamento. O caso foi registrado no bairro 23 de Maio, em Vila Velha. Em três ocorrências no último domingo (26), houve apreensão de droga, veículos com restrição encontrados, além de dois menores apreendidos no bairro Cidade de Deus e três adolescentes apreendidos.

Os agentes estavam próximos a uma esquina quando a bomba foi lançada. O artefato explodiu a menos de dez metros dos guardas. As imagens foram registradas por câmeras de videomonitoramento da prefeitura. Uma moradora acabou ferida. Assista:

A guarda fez o socorro da vítima e a levou para o hospital. A mulher foi medicada e passa bem. De acordo com os agentes, o bairro 23 de Maio é conhecido pelo intenso tráfico de drogas. Na ocasião, ninguém foi preso pois não conseguiram identificar de onde partiu a bomba. Uma pequena quantidade de drogas foi apreendida e os casos foram levados para a Delegacia Regional de Vila Velha.

Patrulhamento

Os agentes da guarda receberam uma informação de que indivíduos estariam empinando moto no bairro. "A Guarda Municipal recebeu ligações sobre pessoas que estariam empinando moto e fazendo manobras de risco na região, e quando chegamos, encontramos três motos. Uma estava com o chassi raspado e as outras duas com restrição de furto e roubo", informou o agente Vieira. 

Outro caso aconteceu no bairro Cristóvão Colombo. Um carro com placas clonadas foi apreendido e um homem preso. "No bairro Cristóvão Colombo foi visto um carro, e quando a placa foi verificada, foi constatado que o veículo tinha restrição de furto e roubo", disse o agente.

De acordo com a guarda, veículos com placas clonadas geralmente são utilizados para a prática de outros crimes. "Alguns deles são usados para cometer assaltos. Inclusive, os menores que foram apreendidos pela guarda já tinham passagem pela justiça", contou Vieira.