• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Polícia Militar registra pelo menos um assalto a ônibus por dia na Grande Vitória

Polícia

Polícia Militar registra pelo menos um assalto a ônibus por dia na Grande Vitória

Segundo a polícia, nos primeiros sete meses deste ano, foram registrados 314 roubos em coletivos na região metropolitana

Segundo a PM, assaltos geralmente ocorrem no fim do dia e de segunda a quinta | Foto: TV Vitória

Pelo menos um assalto a ônibus é registrado por dia, na Grande Vitória. Essa constatação é da Polícia Militar, que, nos primeiros sete meses deste ano, registrou 314 roubos em coletivos na região metropolitana.

De acordo com o comandante do Policiamento Ostensivo Metropolitano (CPOM), coronel Souza Reis, analisando cada caso, a PM conseguiu até desenhar um perfil dos assaltantes. "São pessoas jovens, do sexo masculino, em geral originários de áreas de vulnerabilidade social e que buscam, nesse tipo de ação, um tipo de ganho para eventualmente fazer uso com pagamento de drogas", definiu.

Segundo a PM, assaltante de ônibus dificilmente age sozinho. Normalmente são dois ou três bandidos, usando arma de fogo ou arma falsa. Além disso, eles geralmente escolhem mais o fim do dia, entre 16 horas e 23 horas, e dia de semana, entre segunda e quinta-feira.

O coronel Reis ressalta ainda que assalto a ônibus é um crime de oportunidade, ou seja, o bandido que entra em um coletivo para roubar fica observando quem tem celular, a quantidade de passageiros e até o caminho que o ônibus faz. Por isso, quem anda de ônibus todos os dias precisa ficar atento a alguns cuidados.

"Não utilizar o celular enquanto estiver no ônibus, não usar o celular no bolso de trás, manter as bolsas sempre à frente do seu corpo se estiver em pé, evitar deixar as bolsas com pessoas estranhas, porque muitas dessas pessoas também são vítimas de furtos ocasionais", orientou o comandante.

Diminuição

Apesar do índice alarmante de assaltos ocorridos em ônibus, o coronel Reis garante que esse número está diminuindo. Segundo ele, comparando os registros deste ano com os do ano passado, o número de roubos em coletivos diminuiu em mais de 40%.

"De janeiro a julho deste ano, nós já fizemos 45 mil visitas tranquilizadoras e abordamos quase 1 milhão de pessoas em coletivos. Nós estamos no quinto mês de redução consecutiva de roubo em transporte coletivo e estamos com uma redução de 40% nesse tipo de crime, em relação ao mesmo período do ano passado, de janeiro a julho", frisou.