• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Foi rezar e levou tiro: jovem é baleada ao sair da igreja com filho de cinco anos em Vitória

Polícia

Foi rezar e levou tiro: jovem é baleada ao sair da igreja com filho de cinco anos em Vitória

Segundo a polícia, pelo menos dez tiros foram disparados. Assim que a vítima ouviu os disparos, a jovem se escondeu com o filho atrás do carro. Ela abaixou para proteger a criança

Na região do bairro São José, em Vitória, a jovem foi baleada ao sair da igreja Foto: Reprodução/TV Vitória

Uma técnica de enfermagem foi atingida por uma bala perdida ao sair de uma igreja no bairro São José, em Vitória. A jovem estava com o filho de cinco anos. O alvo dos atiradores era um rapaz que teria envolvimento com o tráfico de drogas.

De acordo com a polícia, pelo menos dez tiros foram disparados. Assim que a vítima ouviu os disparos, a jovem se escondeu com a criança atrás do carro. Ela abaixou, abraçou o filho e percebeu que havia sido atingida na perna.

“Eu cheguei na esquina, escutei os tiros, olhei para um lado e olhei para o outro. Não sabia o que fazer. Eu correi atrás de uma Kombi e protegi meu filho e foi só aí que eu vi um sangue. Me desesperei porque não sabia se o sangue era meu ou dele”, disse a técnica em enfermagem que não quis se identificar.

Depois de ver a mãe ferida, a criança ficou traumatizada. “Durante a noite ele acordava o tempo inteiro levantava assustado...”, falou a mãe.

A jovem foi baleada abaixo do joelho Foto: TV Vitória

As perfurações estão espalhadas no muro e em um carro estacionado onde aconteceu o fato. Segundo a polícia, um grupo de traficantes de Bairro da Penha foi até o local para matar um rival, de 28 anos, que teria diversas passagens pela Justiça e estaria envolvido com o tráfico de drogas da Grande São Pedro, também na Capital. O homem foi atingido no peito.

A PM diz que trabalha na elucidação do caso. "Os envolvidos estão envolvidos em disputa de tráfico, já identificamos as pessoas que participaram no evento e estamos trabalhando para prendê-los. Na região nós instituímos a Patrulha da Comunidade, além do patrulhamento ciclístico", afirmou o Capitão da Polícia Militar Alves Christ.