• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

"Cauma aí": Motorista de app desconfia de erro em mensagem e foge de assalto

  • COMPARTILHE
Polícia

"Cauma aí": Motorista de app desconfia de erro em mensagem e foge de assalto

Ele recebeu um chamado pela conta de uma mulher. Ao chegar no local indicado, ele desconfiou e fugiu dos criminosos

Três suspeitos foram presos, um deles é menor de idade | Foto: TV Vitória

Um erro de português em uma mensagem evitou um assalto a um motorista de aplicativo, na noite deste domingo (09), em Vitória. Ele recebeu um chamado pela conta de uma mulher. Ao chegar no local indicado, ele desconfiou e fugiu dos criminosos. Na fuga, recebeu a ajuda de um agente penitenciário.

O motorista, que preferiu não ser identificado, foi vítima do crime no bairro Tabuazeiro. “Quando eu cheguei e a cliente não estava, enviei uma mensagem e o mesmo me respondeu de uma forma meio analfabeta. Por mais que a gente saiba que na internet a gente escreve meio errado, estava muito errado”, conta.

A mensagem dizia “Cauma aí já estou descendo”. O motorista contou que também tentou contato via telefone, mas as chamadas foram rejeitadas. “Eu já pensei que tinha coisa errada. Virei o carro, pois estava numa rua sem saída, e já me deparei com três (pessoas) vindo em minha direção e um carro atravessado. Dei uma acelerada e sai batendo no carro deles. Quando fui fazer a curva, bati de frente com um carro do agente penitenciário”, disse.

O agente atirou contra os suspeitos. A vítima achou até que ele poderia ser mais um dos criminosos. “Achei que era emboscada e ele achou que eu era um bandido que estava em fuga. Eu gritei e disse que os bandidos estavam atrás. Ele desceu do carro e viu os bandidos descendo. Ele deu um disparo e um dos bandidos apontou a arma pra ele”, relatou.

Depois que o agente atirou, os quatro suspeitos deixaram o carro e fugiram a pé. Em uma rua sem saída, eles pularam o muro de várias casas. A Polícia Militar foi acionada e eles foram encontrados em uma residência de outra rua. Dois estavam escondidos embaixo de um carro e outro no terraço. O quarto suspeito conseguiu fugir.

Além do carro utilizado pelos criminosos, os três suspeitos foram levados para o DPJ da capital. Eles foram identificados como Eduardo Laurindo, Lucas Costa e um adolescente de 17 anos.