Polícia

Cachorro que sobreviveu após ser baleado ainda se recupera do ataque; dona foi assassinada

Outro cachorro também foi atingido pelos tiros, mas sobreviveu e recebe os devidos cuidados

Foto: Reprodução TV Vitória

Há um mês criminosos invadiram uma casa no bairro Alvorada, em Vila Velha, e atiraram cerca de 20 vezes contra a dona da residência. A vítima morreu na hora. Além dela, os dois cachorros que viviam com a vítima também foram baleados. Apenas um sobreviveu. 

A vítima foi identificada como Lucia Costa Dutra, de 55 anos. Vizinhos contaram que a mulher seria uma pessoa querida na região e por conta disso, ninguém soube responder a motivação do crime.

Até hoje, a polícia tenta descobrir quem são os criminosos. O cão sobrevivente beirou a morte, mas veterinários conseguiram salvá-lo. "Ele chegou bastante debilitado. Imediatamente ele deu entrada na situação de emergência. A bala entrou pelo ombro e saiu pelo abdome. A maior preocupação era a perda de sangue, o que graças a Deus não aconteceu", conta a veterinária. 

Não se sabe como está a situação de Guerreiro, nome do cachorro. Mas segundo informações, o cão passa bem e está em um lar temporário especialmente selecionado para os cuidados de saúde. A adoção será confirmada apenas depois da total recuperação de Guerreiro. 

A Polícia Civil informou que o caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Mulher. A polícia também disse que no dia 20 de agosto, dois adolescentes foram apreendidos em cumprimento de mandado de busca e apreensão, suspeitos de envolvimento no crime, e que a investigação continua para encontrar outros envolvidos no crime. 

Pontos moeda