• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Homem é agredido por populares após acusação de roubos em VV

Polícia

Homem é agredido por populares após acusação de roubos em VV

Conhecido na região por ser jogador de futebol de competição amadora, Ismael Veríssimo teve uma pedra arremessada contra a cabeça durante as agressões

Foto: Reprodução / Facebook

Um homem de 30 anos, conhecido por ser jogador de futebol em competições amadoras, foi espancado após supostamente ter cometido roubos no bairro Soteco, em Vila Velha

Ismael Veríssimo de Oliveira Neto foi agredido com socos, chutes, pauladas e pedradas. Ele conseguiu correr e pedir ajuda. As agressões, segundo a polícia, ocorreram em outro bairro, mas foi em Boa Visa que tudo terminou.

Passava do meio-dia de terça-feira (10) quando o rapaz chegou correndo, pedindo socorro. Testemunhas contaram que Ismael foi agredido por populares que o cercaram. Uma pedra foi usada e arremessada contra a cabeça dele. Desesperado e bastante machucado, correu para uma loja e pediu ajuda, mas os funcionários desceram as portas e acionaram a polícia.

Ismael foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e levado para um hospital de Vitória. Após ser identificado, parentes disseram que ele permanece internado. Um dos familiares, que não quis se identificar, contou detalhes sobre a vida do rapaz. "Tinha tudo para se dar bem (no futebol), mas até o momento a gente não sabe o que está acontecendo", disse.

Nas redes sociais, Ismael mostra a paixão pelo futebol. Mesmo sem ter atuado profissionalmente, compete em torneios amadores, conhecidos popularmente como várzea. "Infelizmente aconteceu isso com ele e a família torce para que ele saia dessa. A gente fica triste, né? Mas, a gente tem Deus no coração e entrega para Deus", completou o familiar.

A Polícia Civil informou que a ocorrência foi tipificada de lesão corporal, e o crime é condicionado à representação criminal. Caso a vítima manifeste a representação, o caso será investigado pelo Distrito de Polícia de onde aconteceu o fato.

Com informações da repórter Suellen Araújo, da TV Vitória/Record TV!