• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Homem é flagrado instalando "chupa-cabra" em caixas eletrônicos para aplicar golpe

Polícia

Homem é flagrado instalando "chupa-cabra" em caixas eletrônicos para aplicar golpe

Flagrante foi feito pelas câmeras de videomonitoramento da agência bancária e aconteceu na manhã do último dia 15. Suspeito ainda não foi localizado

Foto: Reprodução
Suspeito foi flagrado por câmeras de agência bancária instalando dispositivos em caixas eletrônicos

Um homem foi flagrado fraudando caixas eletrônicos de uma agência bancária para aplicar um golpe, utilizando um dispositivo conhecido como "chupa-cabra". Segundo a polícia, o dispositivo prende o cartão da vítima na máquina.

Para tentar resolver o problema, a pessoa liga para um número informado em um adesivo, que é colado pelos golpistas no caixa eletrônico, e é induzida a passar os dados do cartão. Dessa forma, os criminosos conseguem invadir a conta bancária da vítima e roubar todo o dinheiro dela.

O flagrante foi feito pelas câmeras de videomonitoramento da agência e aconteceu na manhã do último dia 15. As imagens mostram o suspeito chegando ao banco tranquilamente, de bermuda, camisa e chinelo.

Ele segue para um dos caixas eletrônicos, se posiciona e fica durante um tempo na máquina. Em seguida, o suspeito destaca um papel e cola um adesivo no caixa. Segundo a polícia, é nesse papel que contém o número de telefone que faz parte do golpe.

Em alguns momentos, ele mexe no compartimento de entrada de cartões dos caixas eletrônicos. De acordo com a polícia, é nessa hora que o homem coloca o dispositivo que retem os objetos.

A Polícia Civil pede a ajuda da população para que o suspeito que aparece no vídeo seja localizado. Caso ele seja preso e condenado, pode pegar até oito anos de prisão.

Golpe

Segundo o delegado Romualdo Gianordoli, do Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil, o golpe é antigo e bastante conhecido pela polícia. "Uma pessoa entra, coloca o dispositivo na entrada dos cartões e, assim que a vítima coloca o cartão, ele é bloqueado. E eles [golpistas] colocam avisos adesivos com telefones para ligar em caso de problemas, como se fosse o telefone do banco", explica o delegado.

Gianordoli explica que o golpe é dividido em duas fases e que os golpistas só conseguem concluir o crime quando a vítima liga para o telefone informado no adesivo. "O telefone é dos golpistas e realmente é tudo muito convincente, porque os golpistas inclusive têm o jingle do banco e têm vozes gravadas, para a pessoa pensar que realmente está em contato com o banco", frisou.

O golpe já fez várias vítimas no Espírito Santo, mas há algum tempo havia sido deixado de lado pelos criminosos. De acordo com o delegado, as quadrilhas que cometem esse crime costumam ser de fora do estado. "Tinha bastante tempo que essas quadrilhas não atuavam aqui. Costumam ser quadrilhas de fora do estado, que têm uma expertise maior nesse tipo de golpe", ressaltou.

Segundo a polícia, o golpe é bem feito e pode atingir qualquer pessoa. Os suspeitos preferem agir durante os finais de semana, já que, nesses dias, as agências estão fechadas e não há funcionários nesses locais.

Romualdo Gianordoli orienta que, caso a pessoa tenha o cartão retido no caixa eletrônico, a melhor opção é procurar atendentes uniformizados, nas agências físicas. Caso o problema ocorra no fim de semana, o ideal é acessar o site do banco e procurar o telefone informado na página.

"Não ligue para telefones que estiverem em adesivos. Não é uma rotina de qualquer banco colocar telefones de contato em adesivos do caixa eletrônico", alertou.

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o cliente que for vítima de algum tipo de golpe deve acionar o banco, por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), informando que foi vítima de um golpe.