Polícia

"Meu pai morreu ou ele está vivo?", pergunta filha do gerente de hamburgueria que foi baleado

De acordo com familiares, Zaher será submetido a uma cirurgia para retirar uma bala alojada perto do coração

Foto: TV Vitória

Segue internado o gerente de uma hamburgueria que foi baleado na Praia de Itaparica, em Vila Velha, na noite de domingo (15). Segundo a esposa da vítima, duas balas permanecem alojadas no corpo do homem.

Zaher, que também é conhecido Maia, nasceu na Arábia Saudita e ainda quando criança, veio com a família para o Brasil. Segundo testemunhas, a vítima reagiu ao assalto e tentou lutar com os criminosos. 

Abalada, a mulher que prefere não se identificar, conta sobre os momentos de angústia que vive desde que o marido, Zaher, de 53 anos foi atingido com 3 tiros. Segundo ela, sua filha, de apenas 6 anos, viu toda cena e correu desesperada para buscar proteção. 

“Minha filha chegou a ir até o meio do caminho para tentar socorrer o pai, mas não deu tempo. Ela então correu e veio até a mim na igreja contar que ele tinha sido baleado”, contou. 

Ao perceber que o caso de saúde do pai era grave, a mulher conta que sua filha ficou apavorada e perguntou se o pai sobreviveria. "Meu pai morreu ou ainda está vivo?", perguntou a criança para mãe. 

Após atingir o homem com 3 tiros, os criminosos ainda tentaram disparar contra a cabeça do homem, mas a arma falhou. A vítima permanece internada e o estado de saúde é grave. De acordo com familiares, Zaher será submetido a cirurgia para retirar uma bala alojada perto do coração. 

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Segurança Pública Patrimonial (DSP), e que, outras informações não poderão ser repassadas para não atrapalhar o andamento das investigações. 

 


Pontos moeda