Polícia

Principal fornecedor de drogas do Caparaó é preso pela Polícia Militar

No último dia 12, a Polícia Militar de Carangola, em Minas Gerais, apreendeu cerca de 350 quilos de maconha e 1.500 pinos de cocaína, que pertenciam ao detido hoje no Espírito Santo

Alissandra Mendes

Redação Folha Cachoeiro
Foto: Divulgação
Segundo a PM, os 350 quilos de maconha apreendidos em Minas Gerais pertenciam à Diogo

Um dos principais fornecedores de drogas da região do Caparaó, de acordo com a Polícia Militar do Espírito Santo, foi preso na tarde desta terça-feira (24), em Patrimônio da Penha, comunidade de Divino de São Lourenço. Diogo da Silva Furtado, conhecido como “Gadiô", de 34 anos, tinha um mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça de Minas Gerais.

A prisão só foi possível após levantamentos entre agências de inteligência do 3º Batalhão de Alegre e a Polícia Militar de Minas Gerais.

Segundo informações da PM, no último dia 12 de setembro, foram apreendidos cerca de 350 quilos de maconha e 1.500 pinos de cocaína pela Polícia Militar de Carangola, em Minas Gerais, e a droga pertencia à Diogo. Na ocasião, duas pessoas foram detidas. Ao todo, sete têm envolvimento com a droga apreendida, e "Gadiô" era um deles. No dia da operação, ele estava em Guarapari e não foi localizado.

Ainda, de acordo com a PM, a região onde Diogo estava escondido o favorecia para suas negociações, já que estava próximo à divisa com Minas Gerais. Além de ser o principal fornecedor do Caparaó, ele também é apontado como um dos principais traficantes de Minas Gerais, tendo envolvimento com o narcotráfico nas cidades de Manhuaçu, Manhumirim, Carangola e Espera Feliz. 

"Gadiô" foi detido e encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro.

Pontos moeda