Homem que matou a namorada de 19 anos é preso em Vila Velha

Polícia

Homem que matou a namorada de 19 anos é preso em Vila Velha

De acordo com as investigações, depois do crime o suspeito se mudou para o Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Há um mês, ele voltou para o Espírito Santo e acabou preso

Foto: Reprodução

Um jovem de 27 anos, suspeito de matar a namorada, uma jovem de 19 anos, foi preso. Segundo a polícia, o rapaz também teria envolvimento com o tráfico de drogas. 

O crime aconteceu em julho. Kamila Rodrigues Pião, de 19 anos, foi morta com um tiro na cabeça durante uma festa, no bairro Alecrim, em Vila Velha. De acordo com a polícia, o namorado matou a jovem na frente de amigos e familiares dela. 

O pai de Kamila contou que ela escondia as ameaças que sofria e evitava falar sobre as brigas que tinha com namorado. 

Em mensagens cedidas pela família da vítima, o homem ameaça a jovem e demonstra que o relacionamento era conturbado. Em uma das mensagens, o suspeito perguntou para Kamila se ela tinha medo da morte. Em outra, ele afirmou que iria matá-la. Veja:

Foto: Reprodução

Na madrugada após o crime, o namorado da vítima fugiu. De acordo com as investigações, dois dias depois ele se mudou para o Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, mas há cerca de um mês voltou para o Espírito Santo.

As investigações apontam, ainda, que o suspeito tinha envolvimento com o tráfico de drogas. Segundo a delegada Raffaella Aguiar, quando foi preso na casa dos pais no bairro Alecrim, em Vila Velha, o rapaz estava com um pedaço grande de maconha e um caderno de anotações do tráfico. 

Ao ser questionado sobre o assassinato de Kamila, o homem teria dito que o disparo que matou a jovem foi acidental. "Pela versão dele, o tiro deveria ter atingido de baixo para cima. No entanto, em posse do laudo cadavérico, a gente percebe que ele realmente executou a vitima", disse. 

O suspeito teria admitido para a polícia que enviou as ameaças por um aplicativo de mensagem. "Durante o interrogatório, nós perguntamos e ele disse que realmente fez as ameaças", contou. 

Segundo a delegada, o homem vai responder por feminicidio e tráfico de drogas. A delegada-geral adjunta da Polícia Civil, Denise Maria Carvalho, alerta para os relacionamentos abusivos e afirma que as mulheres precisam denunciar. "Ela nunca procurou a delegacia para registrar o  boletim de ocorrência. Por isso, é importante alertar as mulheres, para que elas denunciem", frisou.  

Jovem morreu com tiro na cabeça em Vila Velha

Kamila estava com alguns amigos quando foi baleada na cabeça. De acordo com as testemunhas, a jovem estava em um bar com o companheiro, com quem vive há pelo menos três anos. 

Os dois acabaram discutindo e o homem teria disparado contra a companheira. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

*Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV.