Suspeito de chefiar tráfico de drogas em Vitória é preso após troca de tiros com a polícia

Polícia

Suspeito de chefiar tráfico de drogas em Vitória é preso após troca de tiros com a polícia

O homem foi identificado como João Batista Souza, de 29 anos. Segundo a Polícia Militar, ele havia assumido o controle do tráfico na região a poucos dias

Foto: Reprodução TV Vitória

Um jovem suspeito de liderar o tráfico de drogas da região de Nova Palestina, em Vitória, foi detido pela polícia após uma troca de tiros no bairro. Ele foi identificado como João Batista Souza Ribeiro, de 29 anos.

Nas últimas semanas, os moradores de Nova Palestina não tem tido trégua quando se trata do intenso confronto entre traficantes do bairro com grupos rivais. 

Na noite desta terça-feira (31), um tiroteio entre policiais e o criminoso aconteceu na Rua São Tiago que já é conhecida pelos policiais pela criminalidade.

Leia também: "Parece que a gente está no Afeganistão", diz morador após tiroteios no bairro Nova Palestina

A polícia informou que quando passavam em frente a uma residência abandonada, viram um suspeito em cima da laje e, ao perceber a presença da guarnição, ele teria atirado contra os PMs que revidaram. Foi, então, que e o tiroteio começou.

Os policiais precisaram pedir reforço para conseguir localizar João Batista na região que, na tentativa de fugir, pulava de casa em casa. A ação aconteceu debaixo de chuva, o que dificultou as buscas. 

A polícia conseguiu encontrar o suspeito escondido atrás de uma caixa d'água. Ele portava uma arma de calibre 380 na cintura. João Batista foi preso e a arma apreendida. 

O suspeito teria assumido o tráfico na região de Nova Palestina há poucos dias, depois da morte de seu companheiro do crime no último final de semana.  Segundo testemunhas, Alerrandro Fernandes de Oliveira foi morto a tiros no último sábado (28), durante um ataque em que criminosos rivais invadiram o bairro pelo mangue. 

No mundo do crime quando uma liderança sai de cena o próximo na hierarquia assume o comando do grupo que, neste caso, de acordo com a polícia, foi João Batista. Neste final de semana, três mortes foram registradas no bairro. 

Moradores que estão sendo obrigados a conviver com a onda de violência, sentem medo e ficam dentro de casa para tentar se protegerem. Uma moradora da região, que prefere não se identificar, contou que não tem sossego desde que os confrontos começaram. 

"Não estamos tendo paz e nem sossego. Não durmo mais. Não consigo comer direito, só consigo trabalhar, porque é suficiente. O medo é grande. Não sabemos o que eles querem. Ficamos nesse fogo cruzado".

O suspeito detido pela polícia e o armamento apreendido foram levados para o Departamento de Homicídios e Proteção À Pessoa (DHPP) de Vitória, por causa da tentativa de homicídio contra os militares.

A Polícia Civil informou que João Batista Souza foi autuado em flagrante pelo crime de tentativa de homicídio contra agentes da lei e já foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV). 

*Com informações da repórter Nathália Munhão, da TV Vitória / Record TV

Leia mais: 

Tiroteio próximo à escola deixa duas pessoas feridas em Vitória

VÍDEO | Tiroteio é registrado por moradores na Grande São Pedro