Suspeito de cinco assassinatos em Linhares foi preso depois de comparsa atirar no olho dele

Polícia

Suspeito de cinco assassinatos em Linhares foi preso depois de comparsa atirar no olho dele

Wesley da Conceição Ribeiro foi atingido por um tiro durante um ataque contra integrantes de uma gangue rival. Ele usou documentos falsos para ser hospitalizado, mas foi reconhecido e acabou preso

Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Um homem suspeito de participar de cinco assassinatos no município de Linhares, no norte do Espírito Santo, foi preso nesta terça-feira (21) após apresentar um nome falso em um hospital. Wesley da Conceição Ribeiro, de 28 anos, foi internado depois de ser baleado no olho por um comparsa durante um dos crimes. 

Segundo a Polícia Civil, Wesley participou de um homicídio no último domingo (19). Criminosos armados invadiram uma casa no bairro Interlagos, onde acontecia um churrasco, com o objetivo de matar todas as pessoas que estavam no local. De acordo com a PC, o crime teria relação com o tráfico de drogas. Cinco pessoas ficaram feridas e uma mulher foi morta. 

O delegado Fabricio Lucindo, informou que durante o ataque Wesley acabou atingido no olho por um tiro disparado pelos próprios comparsas. "No meio da confusão toda, eles atirando para todo lado para acertar as vítimas, um dos autores foi atingido com um disparo de arma de fogo na região do olho", contou. 

Ferido, o suspeito procurou um hospital de Colatina e apresentou um documento com nome falso. O rapaz precisou ser transferido para Vila Velha para passar por uma cirurgia. O que o suspeito não imaginava é que, mesmo usando outro nome, ele seria encontrado e preso.

"Os policias conseguiram identificar que ele estava com o nome falso. A partir daí, a gente começou a tentar prendê-lo. Tentamos em Colatina, mas ele já tinha sido transferido para Vila Velha. Conseguimos prendê-lo, aqui", explicou o delegado.  

De acordo com a Polícia Civil, Wesley está escoltado em um hospital de Vila Velha. Ele segue internado e ainda deve passar por outras cirurgias. Após receber alta, ele seguirá para o presídio. 

O que tem motivado onda de crimes em Linhares?

A onda de crimes em Linhares, segundo a polícia, é motivada pela guerra do tráfico. De acordo com o delegado Tiago Cavalcante, nos próximos dias um antigo chefe do crime deve sair da prisão. 

Criminosos que atuam na cidade estariam tentando demostrar força para que ele não assuma o comando do crime organizado. 

"O bairro Interlagos é muito grande. Dentro do próprio bairro existe mais de um grupo. Basicamente, as mortes do tráfico têm relação com o cara que perdeu a droga ou que tem alguma dívida, além de inimigos. Nesse caso, o crime tem relação com a disputa por inimigos. O antigo chefe está prestes a sair do presídio e a atual liderança não quer aceitar", explicou.  

A polícia irá continuar as investigações para chegar em cada um dos responsáveis pelo intenso tráfico e os crimes violentos que tem ocorrido, principalmente, nos bairros de Interlagos e Aviso.

"O trabalho é mais difícil porque é uma organização que atua a muito tempo. O tráfico de lá está bem consolidado. Tem toda uma hierarquia. A gente observa lavagem de capital, uso de documento falso, compra e venda de arma ilegal, tudo isso a gente observa e tenta tangenciar para tirar de circulação", disse.

Relembre alguns crimes que Wesley é suspeito

Entre os crimes que Wesley é investigado, está um duplo homicídio que ocorreu em 23 de agosto. As duas vítimas foram executadas dentro de uma barbearia do bairro Interlagos. Um outro jovem também foi atingido pelos disparos.  Os corpos foram encontrados por moradores da região.

Foto: Reprodução / Nova Onda Online

O crime mais recente aconteceu no último domingo (19). Mayara dos Santos, de 30 anos, foi assassinada com um tiro nas costas. Além dela, outras pessoas ficaram feridas. 

Segundo a Polícia Militar, três indivíduos encapuzados e armados com uma pistola 9 milímetros, um revólver calibre 38 e uma pistola calibre 380 chegaram em um carro branco atirando. 

*Com informações da repórter Nathalia Munhão, da TV Vitória/Record TV.