Após discussão com sogra, homem coloca fogo em residência na Serra

Polícia

Após discussão com sogra, homem coloca fogo em residência na Serra

Com um martelo, o suspeito tentou agredir a esposa e a sogra, mas os vizinhos ajudaram e conseguiram retirá-las de casa. Enquanto as duas estavam na rua, Jonathan quebrava a casa

A casa foi isolada pelo Corpo de Bombeiros Foto: TV Vitória

Uma discussão acabou com uma casa incendiada em São Marcos II, Serra, na noite de segunda-feira (17). O suspeito de ter cometido o crime é Jonathan Bino, de 26 anos, que teria incendiado a própria residência com a família dentro depois de uma discussão.

“Ele alterou a voz comigo na hora que falei um negócio do menino, que ele não gostou. Eu alterei a voz com ele também e ele falou ‘vou matar todo mundo agora’, mas não acreditei que ele fosse fazer isso. Ele saiu, mas não acreditei”, conta a aposentada Laureni Pires, sogra do suspeito.

Já a esposa de Jonathan, que preferiu não ser identificada, afirma que não tinha dúvidas da intenção do marido. “Eu imaginei e vi a morte bem de perto. Ele ia matar minha mãe primeiro, e depois eu e meus filhos”.

Com um martelo, o suspeito tentou agredir a esposa e a sogra, mas os vizinhos ajudaram e conseguiram retirá-las de casa. Enquanto as duas estavam na rua, Jonathan quebrava o que tinha dentro de casa.

“Nós saímos correndo aqui e, mesmo assim, ele pegou uma pedra. Não sei onde ele arranjou essa pedra", relata a sogra.

A polícia foi acionada e Jonathan foi colocado na viatura. Quando tudo parecia terminado, a família teve mais uma surpresa.

O suspeito tentou agredir esposa e sogra com o martelo Foto: TV Vitória

“Ele já estava no carro da polícia, quando meu irmão falou que a casa estava pegando fogo. Fiquei doidinha. Queria pegar água para jogar, só que não tinha por causa do racionamento", contou Laureni.

A residência foi isolada pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com os moradores, tudo foi perdido, seja quebrado ou queimado. Ainda segundo a aposentada, o genro vive com a família há três anos e, em outras ocasiões, ele já havia se mostrado uma pessoa agressiva.

Mas a esposa de Jonathan afirma que não esperava que ele chegasse a esse ponto. “Nunca imaginei que pudesse fazer isso. Estou desolada, não sei o que pensar. Um homem conhecido por todo mundo da igreja, mas dentro de casa se demonstrou esse monstro”.