• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Autor do disparo que matou motorista é primo de cobrador

Polícia

Autor do disparo que matou motorista é primo de cobrador

O rapaz, identificado como Adson Sena Porcina, de 18 anos, confessou na noite do último sábado (22) que estava com a arma do crime, quando pulou a roleta e o disparo foi efetuado

O rapaz foi preso na noite do último sábado  Foto: Reprodução

O autor do disparo que matou o motorista do sistema Transcol, José Francisco Xavier Alves, de 48 anos, é primo do cobrador que trabalhava com o rodoviário no momento do crime. A morte ocorreu na manhã do último sábado (22), em Vila Velha, Região Metropolitana da Grande Vitória.

O rapaz, identificado como Adson Sena Porcino, de 18 anos, confessou na noite do último sábado (22) que estava com a arma do crime, quando pulou a roleta. Ele disse que arma caiu no chão e o disparo foi efetuado. Os civis chegaram à casa de Adson, que fica no bairro Rio Marinho, no município de Vila Velha e o prenderam.Ele disse que estava armado para se depender de inimigos em um baile funk considerado proibido no mesmo município.

"Eu não vi acertando o motorista. Só vi o barulho do tiro, peguei a peça e saí pela porta. Sem intenção nenhuma de tirar a vida de ninguém", declarou Adson.

No momento da prisão, o jovem estava com a família. De acordo com informações passadas pelo delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) Eduardo Costa, os policiais conseguiram chegar ao suspeito depois de checarem imagens de câmeras de videomonitoramento da região e depoimentos. O delegado informou que Adson não tinha passagem pela Justiça. 

"Houve imagem de câmera de comércios que a gente buscou cedo... Diante disso fizemos flagrante e ele não resistiu, se entregou e confessou o homicídio. Ele disse que a arma teria caído e disparado. Mas testemunhas disseram também que ele foi pular a roleta com a mão na cintura e a arma teria disparado antes de cair", disse o delegado. 

Em depoimento inicial, o cobrador teria omitido a informação do grau de parentesco com Adson. O rapaz foi indiciado por homicídio doloso, por ter assumido o risco de matar quando portava uma arma. O crime teve um agravante de não dar a posição de defesa à vítima. A pena mínima é de 12 anos de prisão. 

O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia, disse que irá convocar uma reunião extraordinária para tratar da ocorrência dos bailes clandestinos. Segundo ele, o encontro irá reunir representantes da Ceturb, GVBus, Prefeitura Municipal de Vila Velha e as Polícias Civil e Militar.

Entenda o crime

José Francisco foi atingido por um tiro, por volta das 5h20 de sábado, no momento em que fazia sua primeira viagem do dia. O coletivo havia acabado de sair do Terminal do Ibes. Após ser baleado, mesmo ferido, o motorista foi obrigado pelos suspeitos a abrir a porta para que eles fugissem. Uma ambulância do Samu foi acionada e a vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Dentro do coletivo, os peritos da Polícia Civil encontraram a marca de um disparo.

Paralisação

Os rodoviários que atuam no sistema Transcol decidiram paralisar totalmente as atividades, no sábado (22), após a morte de um motorista, ocorrida no final da madrugada, em Vila Velha. A vítima foi atingida nas costas por um tiro, que teria sido disparado acidentalmente. Em reunião realizada no sábado (22), o Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES), juntamente com a categoria, decidiu manter a paralisação até a meia-noite deste domingo (23).