• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Obra abandonada de escola vira ponto de tráfico e prostituição na Serra

Polícia

Obra abandonada de escola vira ponto de tráfico e prostituição na Serra

Além do comércio de entorpecentes no prédio da escola a qualquer hora do dia, a prostituição ‘rola’ solta no local. Os moradores estão com medo

Segundo os moradores as obras estão paralisadas há um ano e os bandidos tomaram conta do local Foto: Leitor | WhatsApp Folha Vitória

A construção da escola estadual Novo Horizonte, na Serra, vem tirando a paz dos moradores do bairro. A obra, apelidada pelos moradores de Caic, está paralisada há um ano e, com isso, os traficantes tomaram do local.

De acordo com moradores da região, a obra era cercada com um muro e madeiras nas laterais, mas não durou muito tempo para que os vândalos atacassem.

“Roubaram a madeira dos muros laterais e quebraram o muro de cimento dos fundos. Depois disso, foram roubando tudo o que puderam como encanamento, fios e materiais de construção. Já houve até tiroteio lá dentro”, desabafou um morador que pediu para não ser identificado.

Outra moradora da região, que também pediu para não ser identificada, afirma que a venda de drogas no prédio abandonado começou depois que os muros foram danificados.

“Traficantes e usuários de drogas entram no prédio abandonado a qualquer hora do dia ou da noite. Não bastasse isso, também acontece prostituição lá dentro. Mas o que acontece lá, não fica limitado ao prédio abandonado, eles usam droga lá dentro e depois praticam furtos. A creche que fica em frente a obra paralisada já foi roubada várias vezes e ninguém faz nada”, desabafou.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu), informou que as obras de construção da Escola Estadual Novo Horizonte precisaram ser interrompidas porque a empresa responsável pela obra não cumpriu com os prazos estipulados em contrato. A Sedu informou ainda que, uma nova empresa já foi contratada e assumirá os trabalhos dando continuidade aos serviços e que na próxima semana, a empresa já irá disponibilizar uma equipe de vigilância para a obra.

Já a Polícia Militar informou que está à disposição da população por meio do Ciodes (190) para atender a qualquer ocorrência policial.