• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

4 crimes em 4 dias no Centro de Vitória; moradores reclamam da insegurança

Polícia

4 crimes em 4 dias no Centro de Vitória; moradores reclamam da insegurança

Brigas, assaltos e tráfico de drogas são as principais queixas dos moradores da região

Foto: Reprodução

Ruas escuras, abuso no uso de drogas a céu aberto e muitas pessoas em situação de rua. Tudo isso se soma a falta de policiamento. Essa é a reclamação é de moradores e comerciantes do Centro de Vitória que relatam a falta de segurança nas ruas da capital. Apenas nos últimos 4 dias foram registrados 4 crimes na região.

Há poucos dias, uma mulher em situação de rua ficou gravemente ferida com um corte na barriga e precisou ser socorrida para o hospital. Ainda na mesma região, um homem em situação de rua teve o pescoço cortado após se envolver em uma briga com um comparsa. Um outro homem, de 40 anos, foi encontrado caído no chão com o braço quebrado em várias partes. Também na Vila Rubim, um estudante de 19 anos foi golpeado na cabeça com uma faca durante um assalto a ônibus.

Foto: Divulgação

Todos esses casos aconteceram na mesma região do Centro de Vitória. Quem vive no entorno, ou frequenta a região diz que as cenas de violência são constantes.

“A gente já sai com medo. Eu escondo o celular, porque de alguma forma a gente tem que proteger o que a gente tem. Aqui você vê de tudo, pessoas puxando bolsa de pessoas, moradores de rua brigando com faca. Isso tudo você vê ao vivo aqui”, relata uma estudante que mora na região.

Quem trabalha no local relata a dificuldade em manter a clientela. Segundo um comerciante, mesmo durante o dia é rotineiro flagrar furtos ou cenas de violência. Os lojistas reclamam da falta de policiamento.

“O povo anda apavorado na Vila Rubim. Quem passa aqui, está sempre com medo. As coisas estão acontecendo e a gente não vê policiamento na região, para trazer segurança”, reclama um comerciante.

A reportagem procurou a Polícia Militar para ter um posicionamento a respeito das queixas sobre a falta de policiamento relatadas pelos moradores e também com a Secretaria de Segurança Pública (SESP) para saber se há algum projeto de ação para reforçar a segurança no Centro de Vitória, mas até o momento, não obteve o retorno. 

*com informações do repórter Waslley Leite, da TV Vitória / Record TV