Polícia

Enfermeira é estuprada por homem que conheceu em aplicativo de relacionamento

A mulher relatou que conheceu o homem, que é de São Paulo, há cerca de um ano. E que depois de conversarem por mensagem, ela decidiu encontrar o rapaz pessoalmente

Foto: TV Vitória

Uma enfermeira de 41 anos foi estuprada por um homem, de 38, que conheceu por meio de um aplicativo de relacionamento. Além do estupro, ela sofreu agressões na frente de um dos filhos. O suspeito acabou preso na segunda-feira (28). O caso aconteceu em Vila Velha.

A mulher relatou que conheceu o homem, que é de São Paulo, há cerca de um ano. E que depois de conversarem por mensagem, ela decidiu encontrar o rapaz pessoalmente. Para isso, abriu as portas da própria casa para que ele ficasse duas semanas. No entanto, ao chegar, o homem revelou ser dependente químico, que precisava de ajuda. A enfermeira, então, resolveu dar um fim no relacionamento dos dois, alegando que tem quatro filhos e não queria se relacionar com ele mais.

Após ela se recusar a continuar com o homem, ele não teria aceitado e mudou de comportamento, ficando agressivo. As agressões começaram na última sexta-feira (25), na frente do filho de 11 anos da mulher. Durante a segunda-feira (28), a vítima decidiu denunciar e chamou a polícia, que encontrou o homem em um bar. Os policiais ordenaram que ele não voltasse a casa da enfermeira, o que não foi obedecido. O suspeito retornou a casa da mulher, pulou o muro e a ameaçou de morte. 

Novamente a polícia foi acionada e , de acordo com policiais, o suspeito resistiu a prisão, e estava alterado, por ter ingerido bebida alcoólica. De acordo com a enfermeira, ela fez o exame de corpo delito e foi comprovado o estupro. O caso foi encaminhado para o Plantão Especializado da Mulher, em Vitória. Nesta terça-feira (29), pela manhã, o suspeito negou ter cometido violência sexual contra a mulher, mas admitiu ter bebido muito.   

Pontos moeda