Polícia

Operação contra pornografia infantil: PF apreende discos rígidos em Cariacica e Anchieta

A ação investiga a posse e distribuição de pornografia infantil no Espírito Santo

Foto: Reprodução/PF

Foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (16) a segunda fase da Operação Métis II, que investiga o envolvimento de indivíduos na distribuição de materiais pornográficos infantis. Durante a ação, dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos em residências nos municípios de Cariacica e Anchieta.

Na manhã de terça-feira (15), três pessoas foram presas em flagrante no município de Vitória. Durante a operação, policiais fizeram varredura nas mídias de equipamentos eletrônicos dos investigados, onde foram encontrados arquivos com conteúdo de exploração sexual e pornografia de crianças e adolescentes.

Um trabalho de rastreamento e quebra de sigilo cibernético foi instaurado pela Polícia Federal (PF) por meio de um inquérito policial para monitorar os suspeitos. Foi verificado ao todo, somados os quatro investigados, um total de 894 arquivos compartilhados na internet apenas durante o período investigado.

Crimes

Os investigados, se condenados, responderão pelo crime de compartilhamento de arquivos contendo pornografia infantil, presente no art.241-A da Lei 8.069/90, em que a pena varia entre 02 a 06 anos de reclusão; e poderão ainda responder pelo crime de posse de arquivos, no caso de flagrante, quando do cumprimento da busca, presente no art.241-B cujas penas variam de 01 a 04 anos de reclusão.

A operação foi realizada pelo grupo de combate a crimes cibernéticos vinculado à Delegacia de Crimes Fazendários (Delefaz) e contou com a participação de 10 policiais federais.

Pontos moeda