Espírito Santo é o terceiro estado com maior aumento de mortes violentas do País

Polícia

Espírito Santo é o terceiro estado com maior aumento de mortes violentas do País

Segundo o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o aumento no ES foi de 18%

Foto: Reprodução

O Espírito Santo é o terceiro estado com o maior aumento de mortes violentas no Brasil.  Segundo o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, os capixabas só ficam atrás dos cearenses e dos paraibanos.

A estatística, divulgada no último domingo (18),  representa um comparativo entre o primeiro semestre de 2019 e 2020. No ano passado, foram 542 mortes, enquanto neste ano, 642, um aumento de 18%.

O aumento na Paraíba foi de 19,2%, enquanto no Ceará, foi de 96,6%.

Foto: Reprodução
Luiz Henrique Cordeiro Araújo foi morto na Praia da Costa durante a festa de réveillon

Seja em um estado ou outro, a dor de quem perde um familiar é a mesma. Um dos casos registrados no Espírito Santo, que entrou nesta estatística, foi a morte do topógrafo Luiz Henrique Cordeiro Araújo, de 27 anos. Ele foi assassinado na Praia da Costa, em Vila Velha, nas primeiras horas de 2020, enquanto curtia a festa da virada do ano, nas areias da praia do município canela-verde.

O jovem estava com um grupo de amigos, quando duas mulheres passaram pelo local e chutaram garrafas de cerveja. A atitude das mulheres desencadeou uma briga entre os amigos de Luiz e um grupo de homens que as acompanhavam. 

Durante a briga, um homem que estava armado levantou a arma e atirou contra Luiz. Dois disparos atingiram a cabeça da vítima e a outra bala atingiu as costas.

Segundo a polícia, a vítima foi socorrida por agentes da Guarda Municipal de Vila Velha para um hospital particular da região. O rapaz não resistiu aos ferimentos e morreu. De acordo com testemunhas, ele já estava morto quando recebeu o socorro. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

>> Leia também: Família de jovem assassinado na Praia da Costa desabafa: 'enquanto eu tiver forças, vou até o final'

Foto: Reprodução TV Vitória
Coronel Alexandre Ramalho disse que maioria das mortes violentas estão ligadas ao tráfico de drogas

Sobre os dados preocupantes, o secretário de segurança do Espírito Santo, coronel Alexandre Ramalho, explicou que a maioria das mortes violentas está ligada ao tráfico de drogas e que a polícia tem trabalhado para combater a atuação dos criminosos.

"A pandemia contribuiu para que guerras fossem deflagradas por melhores pontos de vendas de entorpecentes. Aquele indivíduo que vendia a sua droga lá no fundo do bairro, foi tomar pontos mais rentáveis e aí deflagrou uma guerra onde há esse aumento considerável no mês de março. Continuamos vivendo essa guerra de uma criminalidade juvenil ligada diretamente ao tráfico de entorpecentes, que só enxerga como punição ao grupo rival, o fator morte", disse o secretário.

"Estamos trabalhando constantemente com as polícias para poder reverter essa situação, mas de fato, hoje nós temos um aumento de 18% em comparação com 2019", completou Ramalho.


* Com informações da repórter Jéssica Cardoso e Michel Bermudes, da TV Vitória / Record TV