• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Sou dono dela', diz suspeito de agredir marido da ex-mulher e sequestrá-la

Polícia

'Sou dono dela', diz suspeito de agredir marido da ex-mulher e sequestrá-la

Quando os militares chegaram o suspeito tentou fugir, mas acabou detido

Foto: Divulgação

Um homem suspeito de manter a ex-companheira como refém foi detido no terminal de Laranjeiras, na Serra, na manhã deste sábado (17). Segundo a vítima, o suspeito teria agredido o atual companheiro dela em um ponto de ônibus.

A vítima contou que foi casada com o homem por 27 anos. Eles moravam em Recife, no Pernambuco, e tiveram seis filhos frutos da relação. Segundo a mulher, o homem sempre a agredia, mas ela suportava por causa dos filhos. Quando eles cresceram, o homem decidiu pegar a filha caçula e vir para o Espírito Santo. A mulher veio atrás da menina e, desde então, as brigas, discussões e agressões se intensificaram. 

Ela não mora com o suspeito há quase um ano. A mulher já está em um novo relacionamento, mas o ex-marido continua tirando o sossego da família. Na manhã deste sábado (17), quando ela e o atual marido estavam no ponto de ônibus esperando o coletivo, o suspeito apareceu e agrediu o rapaz. 

"Meu ex chegou e já partiu para cima do meu atual. Começou a dar socos e chutes nele. Eu tive que entrar no meio dos dois. Ele só falava que ia matar meu atual marido. Dizia que era meu dono e que não ia deixar ele viver comigo", contou a vítima. 

Para acabar com a situação, a mulher disse para o ex-marido que iria com ele. Neste momento, o coletivo chegou e os dois entraram. No trajeto até o terminal, o homem fez diversas ameaças em voz baixa, para que ninguém percebesse o que estava acontecendo. 

Quando chegaram no terminal de Laranjeiras, a mulher entrou em uma loja e pediu ajuda. "Procurei por seguranças no terminal, mas não encontrei. Vi uma loja e falei com ele que ia olhar um vestido. Pedi para ficar do lado de fora porque era uma loja de mulher. Falei com uma vendedora para chamar a polícia", revelou. 

Quando os militares chegaram o suspeito tentou fugir, mas acabou detido. Ele a mulher foram levados para o plantão da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher. 

A Polícia Civil informou que o suspeito foi autuado em flagrante por ameaça e constrangimento ilegal. Ele teve a fiança arbitrada e, caso não seja paga, ele será encaminhado ao Centro de Triagem de Viana.

*Com informações da repórter Marla Bermudes, da TV Vitória/Record TV.