Jovem é preso ao tentar vender materiais esportivos do estádio Kleber Andrade

Polícia

Jovem é preso ao tentar vender materiais esportivos do estádio Kleber Andrade

Os materiais, que estavam sendo vendidos por um valor bem abaixo do mercado, foram encontrados por funcionário do estádio em um site de anúncios

Foto: Sesp

Um jovem foi preso após tentar vender materiais esportivos roubados. Os equipamentos pertencem ao estádio Kleber Andrade

De acordo com o suspeito, os objetos foram roubados por um familiar, que ainda não foi encontrado pela polícia. 

Na manhã de sexta-feira (1º), um funcionário do estádio notou o furto de mais de 90 bolas profissionais. Os materiais, que são cedidos pela Secretaria de Esportes do Estado, foram apreendidos com um jovem de 18 anos após ele tentar vender os equipamentos em um site. 

Foto: Sesp

Segundo o profissional, após notar o furto, ele procurou na internet pelos materiais e encontrou parte deles em um aplicativo de vendas. 

Ele ainda contou que os objetos estavam sendo vendidos por um valor bem abaixo do mercado.

A equipe da arena esportiva entrou em contato com o jovem, foi à delegacia e marcou um encontrou com ele. O rapaz foi detido. 

Ao todo, 47 equipamentos foram recuperados. Foram roubadas bolas profissionais, luvas, cronômetros e bombas de ar. 

As investigações começaram assim que a Polícia Civil teve ciência do caso. A ação foi coordenada pela titular da Delegada Regional de Cariacica, delegada Arminda Rodrigues, com apoio do Delegado Plantonista, Augusto Giorno.

“Nos realizamos diligências onde localizamos um homem que serviu como testemunha. Ele indicou onde estava o material furtado, que seria comercializado por plataformas de vendas na internet, além de colaborar com as investigações, informando quem seria o autor do crime”.

Os policiais encontraram os materiais no bairro Oriente. Ao todo, 24 bolas que são usadas para diversas modalidades, além de quatro cronômetros "anytime" e 14 bombas de ar para encher bola.

Ainda, de acordo com o delegado, o suspeito do crime era funcionário de uma empresa terceirizada que atua nas obras de reforma do estádio. O material foi devidamente restituído para Secretaria Estadual de Esporte e Lazer.

O Inquérito Policial (IP) continua em andamento na Delegacia Regional de Cariacica, onde iniciará o suspeito por furto qualificado.

De acordo com o suspeito identificado como Marcos Concinio Schimidel dos Santos, o cunhado dele foi quem roubou os objetos e repassou para que ele vendesse. O cunhado, que teria trabalhado na reforma do Kleber Andrade, fugiu e ainda não foi encontrado pela polícia.