VÍDEO | Assaltante rouba celular de criança de 7 anos e dinheiro de mercearia em Cariacica

Polícia

VÍDEO | Assaltante rouba celular de criança de 7 anos e dinheiro de mercearia em Cariacica

O crime aconteceu no bairro Rio Branco e momentos depois vários policiais apareceram no local porque já procuravam pelo suspeito por outro roubo, que conseguiu fugir

Redação Folha Vitória

Redação Folha Vitória

Um criminoso assaltou uma mercearia pela grade do estabelecimento e fugiu com todo o dinheiro do caixa e o celular de uma criança de sete anos que assistia desenho na hora do roubo.

A ação, que aconteceu na noite desta terça-feira (26), em Rio Branco, bairro de Cariacica, foi flagrada por uma câmera de videomonitoramento. 

Momentos depois, vários policiais apareceram no local porque já procuravam o suspeito devido a outro roubo, mas o homem conseguiu fugir.

Por volta de 20h40, o homem chegou de moto e, sem tirar o capacete, foi até a grade do estabelecimento e pediu um produto para se passar por cliente.

A esposa do proprietário trabalhava na mercearia no momento do crime e, quando chegou no caixa, o suspeito sacou uma arma

Ele anunciou o assalto e exigiu todo o dinheiro do caixa, que a mulher entregou, junto do celular da criança.

Suspeito tinha cometido outro roubo momentos antes e era procurado pela polícia 

Foto: Reprodução TV Vitória
O proprietário da mercearia contou que instalou a grade para evitar situações como o assalto desta terça-feira (26), e que de noite só funciona com a ferramenta fechada  

O dono da mercearia não estava no momento do assalto, e contou a equipe da TV Vitória/Record que o suspeito ainda ameaçou uma moradora antes de fugir.

"Nossa vizinha que mora na casa da frente viu o assalto e começou a gritar, então ele apontou a arma para ela, subiu na moto e fugiu. Ele só assaltou a loja porque viu que só tinha a minha esposa e minha filha, sem mais ninguém", disse.

O proprietário contou ainda que a família está traumatizada, e disse que está difícil trabalhar como comerciante atualmente.

"Minha filha de sete anos está traumatizada e chorando muito, e minha esposa nem queria descer para trabalhar hoje de tanto medo. Tenho essa mercearia há 1 ano e 9 meses e ainda estou pagando o investimento dela. Aquele homem levou o dinheiro que eu usaria para pagar meus boletos hoje", desabafou. 

Com informações da repórter Rafaela Freitas, da TV Vitória/Record TV