VÍDEO | Irmãos são presos após tentativa de homicídio em Rio Bananal

Polícia

VÍDEO | Irmãos são presos após tentativa de homicídio em Rio Bananal

Segundo investigações, os irmãos estavam armados, um com uma submetralhadora de fabricação caseira e o outro com um revólver

Dois homens, foram presos em Rio Bananal, após uma tentativa de homicídio no dia 18 de setembro. Os suspeitos, dois irmãos, foram flagrados por uma câmera de vídeomonitoramento, apontando armas para um homem, depois de uma confusão em um bar. 

Foto: Reprodução SESP

Um dos criminosos, o irmão de 32 anos, foi preso no mesmo dia do crime, em flagrante. O outro suspeito, de 35 anos, foi localizado e preso nesta sexta-feira (08). 

Segundo investigações, os irmãos estavam armados, um com uma submetralhadora de fabricação caseira e o outro com um revólver. Após a confusão no bar, localizado em Córrego Capivara, os dois atiraram contra outro homem de 37 anos, que sobreviveu. 

Os suspeitos foram localizados por policiais militares de Rio Bananal pouco depois do crime, mas resistiram à abordagem e atiraram contra os policiais, que reagiram. 

O suspeito de 32 anos foi atingido por um disparo, acabou preso e autuado em flagrante pelo crime de tentativa de homicídio. Após atendimento médico, foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Colatina. O outro suspeito conseguiu fugir.

“Com a instauração do Inquérito Policial na DP de Rio Bananal, foi possível identificar o segundo suspeito e representar por sua prisão. Com o mandado de prisão expedido pelo poder judiciário, compartilhamos as informações com a Polícia Militar, para que nos desse apoio”, disse o titular da Delegacia de Polícia de Rio Bananal, o delegado Fabrício Lucindo.

O suspeito de 35 anos foi encontrado trabalhando em um secador de café no Córrego Capivara, mesmo local onde o crime foi cometido. 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, ele chegou a cortar o cabelo, com o objetivo de mudar a aparência, mas foi reconhecido pelos policiais militares, que cumpriram a ordem de prisão. 

Em depoimento, ele confessou a autoria do crime, confirmando que ele e o irmão estavam armados. O suspeito foi encaminhado ao Presídio Regional de Linhares, onde permanece à disposição da Justiça.