• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cinco pessoas são presas no Sul do Estado suspeitas de fraudar o seguro defeso

Polícia

Cinco pessoas são presas no Sul do Estado suspeitas de fraudar o seguro defeso

Polícia Federal realizou operação para desbaratar quadrilha que forjava documentos para que "falsos pescadores" recebessem o benefício do INSS

Policiais Federais realizaram operação contra fraude a seguro defeso Foto: Divulgação/PF

Cinco pessoas foram presas nesta terça-feira (4) e outras nove encaminhadas para prestar esclarecimentos na Delegacia da Polícia Federal em Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado, suspeitas de participar de uma quadrilha que fraudava o seguro destinado a pescadores impossibilitados de trabalhar durante o período de reprodução dos peixes.

Segundo a Polícia Federal, o grupo atuava no Estado há sete anos, preparando documentos falsos para que pessoas que não sobrevivem da pesca pudessem receber, ilicitamente, o seguro defeso. A PF estima que neste período o INSS tenha pagado mais de R$ 28 milhões a cerca de 400 “falsos pescadores”.

Participaram da “Operação Defeso”  77 policiais, que cumpriram os mandados expedidos pela Justiça Federal em Vitória, Vila Velha, Serra, Guarapari, Cachoeiro de Itapemirim, Marataízes, Itapemirim e Presidente Kennedy.

Além das prisões e dos mandados coercitivos, os agentes cumpriram nove mandados de busca e apreensão, quando recolheram materiais como Carteiras de Trabalho, carnês de recolhimento do INSS, controles de registros de pescadores em Colônias, entre outros documentos.