Presos suspeitos de emitir mais de R$ 8 milhões em notas fiscais falsas no Sul do Estado

Polícia

Presos suspeitos de emitir mais de R$ 8 milhões em notas fiscais falsas no Sul do Estado

A polícia acredita que as notas eram vendidas a outras empresas para sonegação de impostos. Dupla foi autuada por estelionato, falsificação, falsidade ideológica e associação criminosa

Diogo Rosa de Araújo e Luiz Carlos Bufão foram presos em Cachoeiro Foto: TV Vitória

Em Cachoeiro de Itapemirim, dois homens foram presos nesta sexta-feira (14) suspeitos de emitir, em apenas dois meses, mais de R$ 8 milhões em notas falsas. A Polícia Civil acredita que as notas eram vendidas a outras empresas para sonegação de impostos. 

Diogo Rosa de Araújo, de 32 anos, e Luiz Carlos Bufão, 48, teriam ainda se passado por contador e por dono de uma empresa de mármore e granito de Mimoso do Sul. Vários documentos e cartões de banco falsos também foram encontrados com os suspeitos.

A dupla foi autuada pelos crimes de estelionato, falsificação de documento público, falsidade ideológica e associação criminosa. Os acusados foram levados para o Centro de Detenção Provisória do município.